Leixões-Oliveirense, 0-1: Vitória no Mar mantém Oliveirense a salvo da despromoção

Golo de António Oliveira, de penálti

• Foto: Hugo Monteiro/Arquivo

A Oliveirense manteve-se este domingo acima da zona de despromoção ao impor a segunda derrota da época em casa ao Leixões, ao vencer por 1-0, em jogo da 37.ª e penúltima jornada da 2.ª Liga.

Com apenas três dos habituais titulares Amine, Luís Silva e Ricardo Barros a jogar de início, nem por isso o Leixões deixou de assumir o jogo frente a um adversário a precisar de pontos para evitar a despromoção.

Numa primeira parte quase de sentido único Bruno Lamas (6') abriu as hostilidades, obrigando Júlio Coelho a defesa apertada, para dois minutos volvidos, Vá encheu o pé à entrada da área e fez a bola passar sobre a trave da baliza da formação de Oliveira de Azeméis.

O estreante Rodi mostrou também serviço aos 11 minutos, quando, da direita, assistiu Ricardo Barros para um desvio sobre a barra, surgindo novamente a finalizar três minutos depois, desta feita para uma defesa 'felina' de Júlio Coelho junto ao poste direito.

A segunda parte trouxe uma Oliveirense mais atrevida, a sair com maior acutilância para o contra-ataque e, depois de lançar 'avisos', através de Brayan Riascos (51' e 58') e Diogo Valente (53'), chegou ao golo, numa grande penalidade a castigar derrube de André Ferreira a Diogo Valente (62').

Na conversão, António Oliveira fez o golo que deu a vitória dedicada depois ao treinador Pedro Miguel, ausente do banco devido ao falecimento no sábado do seu irmão, enquanto o Leixões terminou reduzido a dez homens por expulsão de Wei, por acumulação de cartões (87').

Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos.

Leixões - Oliveirense, 0-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, António Oliveira, 64 minutos (penálti)

Equipas:

Leixões: André Ferreira, Rodi, Wei, Matheus (Haman, 70), João Lucas, Amine, Luís Silva, Bruno Lamas, Sancidino (Kukula, 80), Vá (Evandro Brandão, 69) e Ricardo Barros.

(Suplentes: Tony, Jorge Silva, Jaime, Lawrence, Evandro Brandão, Kukula e Haman).

Treinador: Francisco Chaló.

Oliveirense: Júlio Coelho, Alemão, Mathaus, Sérgio Silva, Diogo Sousa, Filipe Gonçalves, António Oliveira, João Mendes (Sérgio Ribeiro, 75), Serginho (Fati, 46), Diogo Valente (Boukassi, 87) e Brayan Riascos.

(Suplentes: Kadú, Rafa, Sérgio Ribeiro, Boukassi, João Sousa, Fati e Fabian).

Treinador: Carlos Condeço.

Árbitro: Humberto Teixeira (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Wei (32 e 87), Vá (42), Alemão (46), Mathaus (62), André Ferreira (63), Luís Silva (65) e Ricardo Barros (82).

Cartão vermelho por acumulação para Wei (87).

Assistência: cerca de 750 espectadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.