Nacional e Farense sobem, Casa Pia e Cova da Piedade despromovidos

Decisão tomada, esta terça-feira, em reunião da direção da Liga

O Nacional e o Farense serão promovidos à Liga NOS, enquanto o Cova da Piedade e o Casa Pia serão despromovidos ao Campeonato de Portugal. A decisão foi tomada esta terça-feira, em reunião da direção da Liga, onde se discutiu o fim do segundo escalão do futebol português.

De acordo com o que Record conseguiu apurar, a decisão foi tomada esta manhã, através de uma vídeo-conferência, onde estiveram presentes todos os elementos que compõem o elenco diretivo: Benfica, Sporting, FC Porto, Gil Vicente, Tondela, Cova da Piedade, Mafra e Leixões e FPF.

A Liga acabou por emitir um comunicado a dar conta das decisões que tinham sido tomadas, na reunião extraordinária que se realizou esta terça-feira e, além das subidas e descidas, ficou decidido os apoios que os emblemas irão receber. Na nota, pode ler-se que o fundo de apoio será de 1,52 milhões de euros distribuídos da seguinte forma. 


1. Fundo de Solidariedade 2019-20 – 550 mil euros – este valor resulta da cedência da taxa de televisão paga pelos clubes da Liga NOS;

2. Custos relativos à operação dos 90 jogos da LigaPro que não vão realizar-se – 500 mil euros;

3. Ativação do Fundo de infraestruturas: 2018-19 – 256 mil euros e 2019-20 – 214 mil euros, no total de 470 mil euros.

O Regulamento de acesso a este Fundo de Apoio será aprovado nos próximos dias e está previsto que a primeira metade do valor cedido às Sociedades Desportivas esteja disponível a 15 de maio.

A este valor adiciona-se 1 milhão já cedido pela Federação Portuguesa de Futebol, referente ao Fundo de Infraestruturas, perfazendo o total de 2, 52 milhões de euros, que serão atribuídos, de forma equitativa, no valor de 180 mil euros para cada uma das 14 sociedades desportivas da LigaPro, excetuando as equipas B e as sociedades desportivas promovidas ao primeiro escalão.

Desta reunião resultou ainda outra medida de apoio negociada pela Liga Portugal com a SABSEG e que prevê a suspensão de pagamento dos seguros de acidentes de trabalho dos jogadores dos clubes da LigaPro, a partir de 18 de março, data em que foi declarado o Estado de Emergência no país, o que constitui um apoio extra a estas Sociedades Desportivas, que se soma ao ontem divulgado para as da Liga NOS.

14
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0