Oliveirense-Nacional, 0-2: Erros defensivos traem equipa da casa

Júlio César e Murilo fizeram os golos

• Foto: Paulo Calado

O Nacional venceu este sábado na visita à Oliveirense, por 2-0, na terceira jornada da 2.ª Liga, num jogo em que a equipa da casa até foi superior, mas foi traída por ineficácia e erros defensivos.

Após uma primeira parte sem golos, e na qual as melhores oportunidades pertenceram à Oliveirense, Julio César inaugurou o marcador aos 63 minutos e Murilo sentenciou a partida aos 77.

A equipa de Oliveira de Azeméis até entrou melhor no desafio, criando, logo aos cinco minutos, uma soberana oportunidade para marcar.

Ricardo Tavares cruzou rasteiro na esquerda para a área, onde surgiu Serginho a rematar de primeira, com a bola a passar junto ao poste esquerdo da baliza defendida por Daniel.

Aos 31 minutos, nova oportunidade para a Oliveirense, com João Amorim a receber a bola à entrada da pequena área, após cruzamento de Serginho, e a rematar forte, mas por cima da baliza da formação insular.

Aos poucos, o Nacional foi subindo de rendimento e aos 42 minutos teve também uma grande oportunidade para inaugurar o marcador, com Camacho a rematar forte já dentro da área para grande defesa de Júlio Coelho.

Ainda antes do intervalo, na sequência de um pontapé de canto, João Amorim voltou a assustar a equipa forasteira, num remate cruzado que levou a bola a passar ligeiramente ao lado da baliza de Daniel.

O descanso acabou por fazer bem aos insulares, que surgiram para a segunda parte transfigurados na atitude ofensiva, e, 13 minutos após o reatamento, conseguiram colocar-se em vantagem. Após a marcação de um canto, Júlio César surgiu na pequena área, sem marcação, e rematou rasteiro para o fundo da baliza.

Aos 77 minutos, o Nacional aumentou a vantagem, aproveitando mais um erro da defesa adversária. A bola sobrou para Murilo que rematou em arco para o 2-0, sem hipóteses de defesa para Júlio Coelho.

Jogo no Estádio Municipal de Aveiro.

Oliveirense - Nacional, 0-2.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, Júlio César, 63 minutos.

0-2, Murilo, 77.

Equipas:

- Oliveirense: Júlio Coelho, Ricardo Tavares, Mathaus, Sérgio Silva, Alemão, António Oliveira, Filipe Gonçalves, João Amorim (Clayton, 80), Diogo Valente (Fabian, 65), Rafa (Brayan Riascos, 57) e Serginho.

(Suplentes: Kadú, Clayton, Brayan Riascos, João Mendes, Fabian, Manuel Godinho e Raúl Martins).

Treinador: Pedro Ferreira.

- Nacional: Daniel, Mauro, Júlio César, Diogo, Nuno Campos, Christian, Kaká (Valkenedy, 89), Jota, Camacho, Ricardo (Vanilson, 71) e Murilo (Witi, 83).

(Suplentes: Framelin, D. Silva, Witi, Vanilson, Valkenedy, Elizio e Vitor G.).

Treinador: Francisco Costa.

Árbitro: Bruno Rebocho (Associação de Futebol de Lisboa).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Alemão (13), António Oliveira (16), Mauro (23), Mutilo (27), Júlio César (50) e Nuno Campos (81).

Assistência: cerca de 200 espectadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.