Penafiel-Feirense, 0-0: Muitas oportunidades e nenhuma eficácia

Conjunto duriense jogou quase todo o segundo tempo com um a mais

• Foto: Carlos Gonçalves

O Penafiel, que jogou a segunda parte quase toda com mais um elemento, e o Feirense empataram sem golos, em jogo da 40ª jornada da II Liga, com muitas oportunidades, mas com pouca eficácia.

Os penafidelenses somaram assim a 16.ª partida consecutiva sem perder, mas não conseguiram manter a posição na tabela classificativa, descendo um lugar, para o 13.º, ultrapassados pelo Sp. Braga B; enquanto o Feirense perdeu uma boa oportunidade de pressionar os lugares de subida, mantendo-se no sexto posto, com 65 pontos.

A condizer com o resultado, a partida revelou-se, desde o primeiro minuto, bastante equilibrada, apesar de uma ligeira superioridade do Feirense, na primeira parte, no sector atacante e nos remates à baliza. Ainda assim, o Penafiel foi conseguindo contrariar as investidas da formação de Santa Maria da Feira, afastando da melhor forma o perigo da baliza de Ivo Gonçalves.

E, logo aos seis minutos, a primeira oportunidade de golo até pertenceu à equipa da casa, quando Gonçalo Abreu assistiu Aldair que cruzou ao primeiro poste. Luís Ribeiro adiantou-se e defendeu. 

A segunda parte abriu com o Feirense mais forte mas essa supremacia não iria durar muito tempo. Aos 49 minutos, Nuno Diogo viu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando o Feirense a jogar com menos um elemento. O Penafiel conseguiu tirar proveito dessa situação para subir no terreno e, a partir dessa altura, não faltaram oportunidades para chegar ao golo. Faltou, sim, a eficácia na concretização.

Aos 58 minutos, um cruzamento de Kalindi acaba por deixar a bola sobrar para Rui Miguel que, de cabeça, atirou ligeiramente ao lado da baliza do Feirense. Dois minutos depois, Rui Miguel também teve a hipótese de inaugurar o marcador, mas desta feita não foi a pontaria (ou a falta dela) que dificultaram a tarefa, mas sim o guardião Luís Ribeiro que se mostrou atento.

As tentativas do Penafiel em chegar ao golo mantiveram-se, bem como a dificuldade em concretizar. O nulo acaba por ser o desfecho natural de tanto desperdício.

Jogo disputado no Estádio Municipal 25 de Abril, em Penafiel.

Penafiel - Feirense, 0-0.

- Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Pedro Ribeiro, Daniel Martins, Djibril (Yero, 76), Tiago Barros (Mbala, 62), Aldair, Caetano, Rui Miguel e Gonçalo Abreu.

(Suplentes: Coelho, Mbala, Vieira, César, Diogo Melo, Amoreirinha e Yero).

Treinador: Paulo Alves.

- Feirense: Luís Ribeiro, Sérgio Barge, Icaro Silva (Mika, 33), Nuno Diogo, Serginho, Sérgio Semedo, Vasco Rocha, Ali Meza (Rúben Oliveira, 54), Kukula, Porcellis (Micael Freire, 81) e Platiny.

(Suplentes: Dele, Mika, Rúben Oliveira, Micael Freire, Magique, Emma e João Vieira).

Treinador: José Mota.

Árbitro: Jorge Ferreira (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Nuno Diogo (23 e 49), Kalindi (35), Tiago Barros (58), João Paulo (59), Pedro Ribeiro (67), Gonçalo Abreu (70), Sérgio Semedo (70), Daniel Martins (90+3). Cartão vermelho por acumulação para Nuno Diogo (49).

Assistência: Cerca de 1000 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.