Sp. Braga B-Freamunde, 4-2: Joca em destaque com bis

Diogo Ramos também apontou dois tentos mas não foram suficientes

• Foto: Simão Freitas

O Sp. Braga B venceu este sábado o Freamunde por 4-2, na 34.ª jornada da 2.ª Liga, num jogo em que Joca, com dois excelentes golos, esteve em evidência.

O pequeno médio ofensivo dos minhotos fez uma grande exibição, tendo estado nos principais lances de ataque da sua equipa como logo no primeiro golo, da autoria de Rodrigo Pinho (21'), tendo feito o segundo e o terceiro dos minhotos (31' e 76').

Pelo meio, o Freamunde reduziu, por Diogo Ramos (59'), mas Rúben Alves, acabado de entrar, fez o quarto para os minhotos (86'), antes de Diogo Ramos também bisar para o Freamunde (89').

Os 'capões', que somaram a quarta derrota seguida e continuam com vida difícil na cauda da tabela, até podiam ter inaugurado o marcador, mas Fausto permitiu o corte de Anthony D'Alberto e, na sequência do canto, Ekedi falhou de forma ainda mais clamorosa, a dois metros da baliza, após um primeiro desvio ao primeiro poste (11').

Rodrigo Pinho não aproveitou um mau atraso de Eri (17'), mas o golo surgiria logo a seguir: Joca descobriu Anthony D'Alberto solto na direita, o lateral cruzou e Rodrigo Pinho, de primeira, só teve que encostar (21').

Dez minutos depois, inverteram-se os papéis com Anthony D'Alberto a servir Joca que, depois de entrar na área e quando se esperava o seu cruzamento, tirou da 'cartola' um drible que iludiu todos, incluindo o guarda-redes contrário.

No início da segunda parte, Joca, sempre ele, ficou a centímetros de marcar (54'), mas, cinco minutos depois, o Freamunde reduziu: Paulo Grilo solicitou na esquerda Fausto que centrou com conta, peso e medida para Diogo Ramos que, de cabeça, não perdoou.

Logo a seguir, Abel Ferreira tirou um desgastado Rodrigo Pinho e fez entrar o veloz Piqueti que, pouco depois e servido por Joca, teve nos pés uma soberana ocasião para marcar, mas permitiu a defesa de Marco Pereira (63').

O Freamunde lançou-se na busca do empate, beneficiando do facto do Braga B não conseguir ter bola, e Yero criou perigo de cabeça em duas situações (70' e 74'), mas foi o Braga B, num rápido contra-ataque conduzido e superiormente concluído por Joca, a sentenciar a partida (76').

Aos 86', o recém-entrado Rúben Alves fez o quarto após assistência de Didi, mas o Freamunde ainda voltaria a marcar, novamente através de um cabeceamento de Diogo Ramos (89').

Jogo no Estádio 1º de Maio, em Braga.

Sp. Braga B - Freamunde, 4-2.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Rodrigo Pinho, 21 minutos.

2-0, Joca, 31'.

2-1, Diogo Ramos, 59'.

3-1, Joca, 76'.

4-1, Rúben Alves, 86'.

4-2, Diogo Ramos, 89'.

Equipas:

- Sp. Braga B: Tiago Sá, Anthony D'Alberto, Lucas, Inácio, Simão, Loum, Didi, Joca, Martínez (Jordão, 67'), Ogana (Rúben Alves, 84') e Rodrigo Pinho (Piqueti, 61').

(Suplentes: Tiago Pereira, Thales, Edelino Ié, Jordão, Rúben Alves, Piqueti e Leandro).

Treinador: Abel Ferreira.

- Freamunde: Marco Pereira, Mika, Luís Pedro, Eri, Rui Raínho, Rui Sampaio, Paulo Grilo, Ivan Perez (Fábio Vieira, 46'), Diogo Ramos, Fausto (Diogo Valente, 73'), Ekedi (Yero, 39').

(Suplentes: Dany, Jorge Vilela, Fábio Vieira, Diogo Valente, Leandro Pimenta, Hipperdinger e Yero).

Treinador: Ricardo Chéu.

Árbitro: Gonçalo Martins (Vila Real).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Luís Pedro (48'), Martínez (50'), Rui Sampaio (50'), Simão (53').

Assistência: cerca de 500 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.