União-Varzim, 2-1: Madeirenses ainda sonham com a permanência

Vitória dos insulares em casa, com golos de Flávio Silva e Danilo Dias, foi crucial

Ricardo Chéu, treinador do União da Madeira
• Foto: Hélder Santos

O União da Madeira manteve este domingo vivo o sonho da manutenção na 2ª Liga, ao vencer em casa o Varzim, por 2-1, em partida da 37.ª e penúltima jornada.

No estádio do Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava, assistiu-se a um jogo equilibrado, bem disputado e com emoção até final, com os golos de Flávio Silva aos 44 minutos e de Danilo Dias aos 70 a permitirem uma crucial vitória ante o Varzim, que ainda chegou à igualdade, no reinício da segunda parte, num autogolo de Miguel Lourenço.

O União da Madeira, ciente da imperiosa necessidade de vencer para ainda poder acalentar o sonho da manutenção, mostrou-se determinado, mas algo nervoso, em contraponto com um Varzim que patenteou maior tranquilidade e confiança.

A primeira grande ocasião ocorreu aos 27 minutos, quando após um livre de Júnior Sena, Betinho desviou, surgindo um defensor do Varzim a cortar sobre o risco de forma acrobática. A resposta não tardou e no minuto seguinte, José Chastre com uma aparatosa defesa, negou o golo a Stanley. Aos 36 minutos, o guardião do conjunto insular voltou a estar em evidência, ao negar o golo a Macedo.

Os últimos minutos da etapa inicial foram intensos. Primeiro Paulo Vítor brilhou num remate de Betinho e, já bem perto do intervalo, Flávio Silva surgiu de rompante entre os centrais, desviando o centro de Tiago Moreira para o fundo da baliza, inaugurando o marcador.

Contudo, a vantagem não durou muito, pois logo aos dois minutos da segunda parte, Malele centrou e Miguel Lourenço em disputa com Stanley desviou para a sua baliza, restabelecendo a igualdade.

O União da Madeira procurou reagir à adversidade e, aos 51 minutos, num lance confuso na área, a bola tabelou em Jeferson e só parou no poste da baliza à guarda de Paulo Vítor.

Até que aos 70 minutos, Paulo Vítor tentou adornar um lance, primeiro perante Betinho e depois sobre Danilo Dias que ganhou a bola e com a baliza desguarnecida, voltou a colocar os madeirenses na liderança do marcador.

Aos 86 minutos, os madeirenses poderiam ter sentenciado a partida, primeiro num remate de Tiago Almeida que Paulo Vítor desviou para o poste e já em período de compensações, por Júnior Sena e depois por Betinho, em ambas com boas intervenções de Paulo Vítor.

Jogo no estádio do Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava.

União da Madeira - Varzim, 2-1.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Flávio Silva, 44 minutos.

1-1, Miguel Lourenço, 47 (própria baliza)

2-1, Danilo Dias, 70

Equipas:

União da Madeira: José Chastre, Tiago Moreira, Miguel Lourenço, Allef Nunes, Alhassane Sylla, Pathé Ciss, André Carvalhas (Christophe Nduwarugira, 82), Danilo Dias (Rudy, 89), Flávio Silva (Tiago Almeida, 61), Júnior Sena e Betinho.

(Suplentes: Raví Paschoa, Christophe Nduwarugira, Bosson Romaric, Tiago Almeida, Nuno Lopes, Rudy e Peterson).

Treinador: Ricardo Chéu.

Varzim: Paulo Vítor, Mário Sérgio, Tiago Valente, Jeferson, Nélson Agra (Baba Seck, 78), Rui Coentrão, Estrela, Nelsinho, Macedo (Jean Felipe, 71), Malele (Ruan Teles, 68) e Stanley.

(Suplentes: Paulo Cunha, Diogo Ramos, Baba Seck, Jean Felipe, Joca, Fábio Fonseca e Ruan Teles).

Treinador: Nuno Capucho.

Árbitro: Rui Oliveira (AF Porto).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rui Coentrão (69).

Assistência: Cerca de 750 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.