Varzim-Portimonense, 0-0: Algarvios falham subida à Liga NOS

Bastava um golo para outro desfecho

• Foto: Simão Freitas

O Portimonense falhou este sábado a subida ao principal escalão do futebol nacional, ao empatar sem golos no reduto do Varzim, na 46.ª e última jornada da II Liga portuguesa.

Perante o empate que cedo se desenhou entre Chaves e Feirense (1-1), aos algarvios bastava um golo na Póvoa de Varzim para a promoção, mas a formação de José Augusto não conseguiu dobrar um adversário muito coeso.

No final, os jogadores do Portimonense saíram em lágrimas do relvado, mas apenas podem queixar-se de si próprios, porque, apesar de mais pressionantes, nunca tiveram a objetividade necessária na altura da finalização.

Obrigada a fazer melhor resultado do que o Feirense em Chaves, a formação do Algarve, apoiada por cerca de 300 adeptos, até entrou de forma mais aguerrida na partida, tentando pressionar o último reduto do Varzim, embora sem clarividência para causar calafrios aos locais.

Os poveiros até deram a iniciativa os forasteiros nos instantes iniciais, mas sempre que criavam situações de contra-ataque, conseguiam colocar em sobressalto a defesa do Portimonense, com Bruno Moraes em destaque nas movimentações.

Apesar de nem sempre conseguirem travar os velozes varzinistas, os algarvios mantinham-se no jogo sempre que optavam por um futebol mais envolvente, dispondo da melhor oportunidade do primeiro tempo, ainda antes de meia hora.

Musa Yahaya, aos 24 minutos, conseguiu deslumbrar um espaço à entrada da área varzinista, desferindo uma remate que Pedro Soares defendeu com os pés.

Ainda assim, a iniciativa dos algarvios foi curta para quem precisava de vencer, porque até ao final foi sempre o Varzim a gerir o jogo, perante um adversário amorfo.

O intervalo acabou por fazer bem à formação algarvia, que regressou com ambição renovada, conseguindo chegar mais vezes à baliza contrária.

Musa Yahaya e Ryuki tiveram, num par de ocasiões, muito perto de marcar, mas acabaram por falhar o alvo, por pouco.

O Varzim não foi tão acutilante como no primeiro tempo, mas, em contra-ataque, ainda dispôs de uma ou outra oportunidade, embora tenha sobressaído pela sua consistência defensiva.

Os poveiros conseguiram arrastar o 'nulo' até aos últimos instantes, numa altura em que o Portimonense já jogava por instinto, não conseguindo o precioso golo e saindo do relvado cabisbaixo.

Jogo no Estádio do Varzim SC, na Póvoa de Varzim.

Varzim - Portimonense, 0-0.

Equipas:

- Varzim: Pedro Soares, Adilson, Pedro Santos, Nelson Agra (Sandro, 75), Rui Coentrão, Pedro Sá, Anthony de Freitas (Gil Dias, 55), Nelsinho, Manafá, Cherif e Bruno Moraes (Stanley, 67).

(Suplentes: Ricardo, João Carneiro, Sandro, Rodrigo Dantas, José Postiga, Stanley e Gil Dias).

Treinador: Nuno Capucho.

- Portimonense: Ricardo Ferreira, Ricardo Pessoa, Jadson, Lucas, Mamadu, Marcel, Ewerton, Fabrício, Fidelis (Buba 67), Musa Yahaya (André Ferreira, 80) e Pires (Ryuki, 40).

(Suplentes: Leo, Ivo Nicolau, Ryuki, Fidelis Irhene, Buba, André Ferreira e Ferreira).

Treinador: José Augusto.

Árbitro: Fábio Veríssimo (Leiria).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pedro Santos (45+2), Cherif (61), Pedro Sá (64), Mamadu (73), Jadson (79) e Sandro (85).

Assistência: Cerca 1.000 espectadores.

Por Lusa
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas