Vilafranquense: De regresso ao trabalho com dois reforços à vista e olhos na salvação

Tiago Mota traçou expectativas para uma presença inédita na 2ª Liga

Filipe Moreira conta com uma nova equipa técnica que integra agora os elementos: João Nívea, Sérgio Marquês, Ricardo Pedro, João Tavares e Carlos Fialho.
Filipe Moreira conta com uma nova equipa técnica que integra agora os elementos: João Nívea, Sérgio Marquês, Ricardo Pedro, João Tavares e Carlos Fialho.
Filipe Moreira conta com uma nova equipa técnica que integra agora os elementos: João Nívea, Sérgio Marquês, Ricardo Pedro, João Tavares e Carlos Fialho.

O Vilafranquense teve ontem o dia 1 de uma nova vida: a do profissionalismo. A equipa orientada por Filipe Moreira arrancou os trabalhos de pré-época no Campo do Cevadeiro com cinco reforços no relvado (Maringá, Gonçalo Pimenta, André Pires, Pepo e Ulisses), quatro ex-juniores e nove jogadores à experiência, isto quando se contam apenas duas semanas após o término da época 2018/19, no Jamor. Kaká, médio brasileiro ex-Nacional, e Dénis Martins (V. Guimarães B) que alinhou no clube em 2016/17 e 2017/18, estão na iminência de ser as mais recentes incorporações dos ribatejanos que só têm na cabeça fugir à despromoção.

"Queremos continuar a fazer história no Vilafranquense e estamos a falar de alcançar a permanência o mais rápido possível", vincou Tiago Mota, um dos jogadores que transita da última época. O médio-defensivo que alinhou como defesa nos últimos meses ainda recupera de lesão ao joelho direito e declarou o "foco ao campeonato" apesar do primeiro jogo oficial ser diante do Casa Pia, último adversário da época transata, para a Allianz Cup, já no dia 28 de julho. O experiente médio, de 33 anos, já tem experiência de 2ª Liga – ao serviço do Oriental – e relativamente ao novo grupo de companheiros de equipa ainda é cedo para falar. "Não dá para ter sequer uma primeira impressão. De certeza que vai ser um grupo que terá muita qualidade ao nível de talento. A nível humano, os grupos fazem-se nos balneários e somos nós que teremos de tentar fazer um grupo melhor ou igual ao da época passada", reiterou Mota. Além de Kaká e Dénis, o avançado Matheus Babi (ex-Macaé) e o defesa Polidoro (ex-Portuguesa), ambos brasileiros, devem ser as próximas transferências a ser consumadas.

Já Wilson, Rodrigo e Lucas Morelatto, três atletas que foram parte integrante do êxito do Vilafranquense em 2018/19, têm permissão para se apresentar apenas esta quarta-feira.

Por Flávio Miguel Silva
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de 2ª Liga

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.