Fabiano Soares antevê jogo "complicadíssimo" na visita ao Nacional

Jogo marcado para sábado às 16 horas

• Foto: Lusa

O treinador do Estoril, Fabiano Soares, disse esta sexta-feira estar à espera de um duelo "complicadíssimo" na visita ao terreno do Nacional, marcada para sábado, em jogo da 11.ª jornada da Liga NOS.

Na conferência de imprensa de antevisão do encontro, na Amoreira, o técnico estorilista desvalorizou o momento negativo da formação madeirense, que ocupa o 17.º lugar na classificação, com apenas oito pontos e foi afastada pelo Torreense na última eliminatória da Taça de Portugal.

"O Nacional, ao passar por um mau momento, tem de dar um 'extra' diante do seu público, principalmente agora que foi eliminado da Taça. Vai ser complicadíssimo, mas estamos alertados para isso. Só penso em fazer um grande jogo e depois veremos se somos capazes de vencê-lo", assegurou.

Em sentido inverso, o Estoril vive a melhor fase da temporada, sem qualquer derrota ou golo sofrido nos três últimos desafios e com um 'tranquilo' 13.º posto, com 11 pontos. Perante esse registo, Fabiano Soares vincou a sua vontade de continuar sem "desperdiçar pontos" na Liga e expressou a sua satisfação pela estabilização da equipa no campeonato.

"Todos os jogos são cruciais. Estou feliz, porque as lesões desapareceram, levamos três jogos sem sofrer golos e a equipa está a evoluir. Espero que a equipa renda no seu máximo, porque estamos a treinar e a jogar a um bom nível", salientou.

Contudo, o treinador brasileiro defendeu que o melhor momento da equipa na época está ainda por chegar e realçou as boas "dores de cabeça" por ter, presentemente, mais jogadores disponíveis: "Tirando o Thiago Cardoso e o Paulo Henrique, o resto está disponível. Tenho mais dores de cabeça, mas para nós é muito mais importante termos dores assim".

A perspetiva de poder dar um salto na classificação e aproximar-se dos lugares europeus com uma vitória na Madeira foi afastada de forma taxativa por Fabiano Soares, que 'proíbe' os seus jogadores de pensarem além do desafio com a formação de Manuel Machado.

"Isso está proibido. Vamos jogo a jogo e só pensamos no Nacional, nem pensamos além desse encontro. Vamos enfrentar um campo que não nos é muito favorável e vamos tentar dar o nosso máximo para mudar essa situação", declarou.

Relativamente às opções para o desafio, o treinador do Estoril garantiu a disponibilidade do avançado Kléber, depois de este ter saído lesionado no embate com o Cova da Piedade, para a Taça de Portugal, no passado sábado.

"O Kléber está bem, só falhou um treino. É um jogador com muita qualidade, os companheiros confiam nele e os adversários têm respeito por ele", afirmou.

A equipa do Estoril viaja esta tarde para o Funchal, onde vai defrontar este sábado o Nacional, às 16 horas, no Estádio da Madeira. O desafio da 11.ª jornada da Liga conta com a arbitragem de João Matos (Associação de Futebol de Viana do Castelo).

Por Lusa
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Estoril

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.