Fabiano Soares: «O árbitro encheu-nos de cartões»

Técnico brasileiro queixou-se da arbitragem

• Foto: Joana Sousa

Fabiano Soares, treinador do Estoril, afirmou que o empate alcançado na casa do União da Madeira (1-1) não foi justo, num jogo que abriu a 23.ª jornada da Liga NOS. 

"Estou insatisfeito pelo empate. O jogo foi só de uma direção. Eles tiveram a sorte de fazer um golo logo no início. Mandámos no jogo, criando ocasiões atrás de ocasiões, mas infelizmente conseguimos só um golo. Acho que o árbitro condicionou muito os nossos jogadores, porque viemos aqui jogar futebol e todas as bolas divididas, eles gritavam muito e o árbitro encheu-nos de cartões. O Estoril hoje só demonstrou futebol e não mostrou agressividade nenhuma. Não sei por que nos condicionou tanto. O resultado é injusto e vamos tristes, porque merecíamos mais", sublinhou o treinador brasileiro. 

"É sempre ruim levar um golo no início, mas isso não nos condicionou. Mandámos no jogo e controlámos o jogo. Tentámos criar ocasiões para marcar, mas infelizmente não fomos capazes. Eles tiraram duas bolas sobre a linha de golo. É imperdoável sofrer um golo logo de início, mas isso não nos condicionou", finalizou.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Estoril

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.