João Pedro Sousa: «Ponderei com Marco Silva a minha saída»

Treinador apresentado no Famalicão

O novo treinador do Famalicão, João Pedro Sousa, apontou esta sexta-feira como "objetivo macro" para o regresso do clube à Liga a "consolidação" no escalão principal do futebol português, prometendo construir uma "equipa competitiva".

João Pedro Sousa, de 47 anos, que desempenhava a função de treinador adjunto de Marco Silva no Everton, equipa que concluiu a Liga inglesa no oitavo lugar, foi assinou contrato com o Famalicão, válido por duas épocas.

"O objetivo macro é consolidar o clube na Liga. Mas eu não ponho limites. Vamos criar uma equipa competitiva, uma equipa com um ADN muito positivo, preparada para lutar pela vitória em todos os jogos", disse o treinador, na cerimónia de apresentação.

Este é o primeiro clube que João Pedro Sousa orienta como treinador principal, num regresso a Portugal e ao Famalicão, depois de ter passado pelo emblema famalicense na época 2009/10, como adjunto do treinador Alberto Silva.

Confrontado com o facto de enfrentar o primeiro desafio como técnico principal e logo num emblema que regressou agora ao principal escalão do futebol português, João Pedro Silva lembrou outros treinadores que tiveram sucesso em circunstâncias idênticas.

"São situações que já aconteceram no passado com treinadores como José Mourinho, André Villas-Boas, ou, mais recentemente, Bruno Laje. Sinto que estou preparado para um desafio com esta exigência", apontou. "Ponderei com o Marco Silva a minha saída porque o projeto do Famalicão é ambicioso e, como sou uma pessoa ambiciosa, aceitei o desafio".

Antes, o diretor do emblema famalicense, Miguel Ribeiro, descreveu o novo treinador como "o homem que se enquadra nas características do Famalicão 2019/20", revelando que lhe fez "vários desafios": "Este é o homem que vai fazer o Famalicão crescer para chegar onde queremos", concluiu.

O nome de Marco Silva também foi referido várias vezes na conferência de imprensa, com o novo técnico do Famalicão a referir que a estrutura do Everton lhe deu "muito apoio no processo de desvinculação do clube, por acreditarem que este novo projeto é ambicioso".

Watford, Hull City, ambos de Inglaterra, e Olympiacos, da Grécia, foram outros dos clubes pelos quais João Pedro Silva passou como adjunto de Marco Silva.

Em Portugal, o novo treinador dos famalicenses somou passagens pelo Sporting de Braga, Estoril Praia e Sporting.

O Famalicão, que confirmou a subida ao principal escalão do futebol português quando faltavam três jornadas para o fim do campeonato, ficou no segundo lugar da tabela, com 69 pontos, menos cinco do que o campeão Paços de Ferreira e mais 15 do que o terceiro classificado, o Estoril.

O arranque da pré-temporada do clube de Vila Nova de Famalicão está marcado para 1 e 2 de julho, com os habituais exames médicos. Entre 14 e 20 de julho, o Famalicão vai estagiar em Quiaios, na Figueira da Foz.

Com João Pedro Sousa, vão integrar a equipa técnica Hugo Vicente (adjunto), Manuel Santos (preparador físico), Paulo Sampaio Rifa (analista), Carlos Pacheco ('sport science') e Pedro Espinha (treinador de guarda-redes).

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Famalicão

Notícias

Notícias Mais Vistas