Jorge Costa realça importância do duelo com Tondela: «É o jogo das nossas vidas»

Treinador do Farense considera que a equipa "tem de dar o que tem e o que não tem" para vencer o Tondela

O treinador do Farense disse esta sexta-feira que a sua equipa tem de superar os seus limites para conquistar os três pontos na receção de sábado ao Tondela, em jogo decisivo na luta pela permanência na Liga NOS.

"A situação não está desesperante. Não está fácil, como é evidente, mas vai passar muito por aquilo que irá ser o jogo com o Tondela. É seguramente o jogo das nossas vidas, temos de dar o que temos e o que não temos, temos de jogar nos nossos limites. Todos nós sabemos que ninguém conhece o limite, portanto, temos de nos superar em todos os aspetos do jogo", afirmou Jorge Costa, na antevisão à partida da 33.ª e penúltima jornada do campeonato.

Os algarvios são penúltimos classificados, a dois pontos do Boavista, que ocupa o 16.º lugar (vaga de playoff com o terceiro classificado da Liga Sabseg), e a três pontos do Rio Ave, no 15.º lugar, que assegura a permanência.

O Farense foi goleado na última jornada no Estádio do Dragão pelo FC Porto (5-1) e o técnico admitiu que "perder por um resultado expressivo nunca fez bem a ninguém".

"Perdemos três pontos que queríamos ter conquistado, num jogo com uma história diferente, que não vale a pena dissecar. Mas não foram mais do que três pontos, que, na ida para o Dragão, não era o resultado que queríamos", acrescentou Jorge Costa.

O foco dos algarvios, "mesmo durante o jogo, virou-se completamente para o restante campeonato, nomeadamente o jogo do Tondela", lembrou o treinador do Farense, numa alusão às mudanças efetuadas ao intervalo da partida no Porto, em que retirou jogadores 'amarelados' e Ryan Gauld, em risco de exclusão caso visse o nono amarelo no campeonato.

"O que podemos controlar é o que vamos ser contra o Tondela, pensando que, depois do jogo, com os três pontos, a nossa situação possa ser diferente da atual", frisou o técnico.

Em relação ao Tondela, Jorge Costa destacou que se trata de uma equipa "que fez um belíssimo campeonato, andou sempre mais ou menos tranquila na classificação" e conseguiu "alguns resultados surpreendentes", pelo que "merece todo o respeito".

Os beirões já cumpriram os seus objetivos, garantindo a permanência na Liga NOS, mas nem por isso o responsável do Farense espera facilidades.

"Tem um sistema de jogo bem definido e é perigosíssima no último terço e nas transições. Neste momento, já tem os seus objetivos conquistados, o que não quer dizer - e não podemos pensar - que vem para o Algarve de férias", concluiu o treinador da equipa de Faro.

O Farense, 17.º, com 28 pontos, recebe neste sábado o Tondela, 11.º, com 36, em jogo marcado para o Estádio de São Luís, às 15:30, com arbitragem de Luís Godinho (AF Évora).

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Farense

Notícias

Notícias Mais Vistas