Record

Rui Barros quer incutir um espírito vencedor

FC Porto B já trabalha

Arrancaram ontem os trabalhos de pré-temporada do FC Porto B, que volta a sofrer alterações no plantel, mas a mais sonante de todas até se verificou na equipa técnica, com a entrada de Rui Barros para o lugar que pertencia a António Folha.

E o novo técnico, que estava na equipa de scouting do FC Porto, assume o novo desafio com grande ambição de vencer. E é esse o espírito que Rui Barros, de 52 anos, pretende incutir nos jovens jogadores que vai orientar na nova temporada. "Sempre que entram aqui, a mentalidade tem de ser ganhadora. Os jogadores têm de ter espírito de sacrifício e vontade de vencer, pois são novos e têm uma carreira longa pela frente. Espero que no futuro possam jogar no FC Porto, que é um dos melhores clubes do Mundo", afirmou, em declarações aos meios de comunicação dos portistas. "Aprendemos com toda a gente e a partir de agora também vou aprender com os meus jogadores. O que lhes quero transmitir é o que aprendi como jogador, pois tive grandes treinadores que me ensinaram muito. Se lhes conseguir transmitir um bocadinho de tudo o que aprendi, acredito que podemos ter sucesso", acrescentou.

Na hora de abraçar o novo projeto, Rui Barros lembrou que pretende uma equipa "à imagem do que é o FC Porto". "Aquilo que os jogadores têm de mostrar dentro de campo é a imagem de alguém que nunca desiste. Nas grandes vitórias não nos podemos pôr em bicos de pés, mas nas derrotas também não podemos cair por terra. Vamos mentalizar os jogadores de que o campeonato será longo e difícil e de que vamos defrontar equipas mais adultas", explicou.

O plantel conta com vários jogadores promovidos da equipa júnior, para além dos reforços Diego Landis, Emerson e Rui Costa. Já Ruben Macedo regressou após um período de empréstimo ao Varzim. Por outro lado, o avançado Rui Pedro esteve no início dos trabalhos, mas o seu futuro não deve passar pelos azuis e brancos.

Mudanças na formação

João Brandão é um dos adjuntos de Rui Barros, ele que era o treinador da equipa sub-19, o que obrigou o FC Porto a mexer nas estruturas técnicas das equipas da formação. Assim, Mário Silva sobe de treinador dos sub-17 para os juniores, Tulipa passa a comandar os sub-17 e os sub-15 ficam entregues a Sérgio Ferreira.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto B

Notícias

Notícias Mais Vistas

M