Experiência vale ouro para Mota

Média de idades dos reforços está nos 29 anos e cinco (dos seis) já jogaram na 1.ª Liga

Ricardo Dias é o reforço mais novo e mesmo assim tem 25 anos

José Mota conseguiu recolocar o Feirense na 1ª Liga e agora está empenhado em montar um plantel que faça boa figura neste regresso ao convívio com os grandes. A escolha dos reforços tem sido criteriosa e com dois pontos em comum: a experiência e o conhecimento que o treinador tem deles, dentro e fora de campo.

Das seis caras novas, cinco delas sabem o que é jogar na 1ª Liga e mesmo o estreante Luís Rocha é tudo menos inexperiente: o central tem 29 anos e somou mais de 100 jogos na 2ª Liga nas últimas três épocas. Depois há reforços como Peçanha, Paulo Monteiro, Vítor Bruno, Ricardo Dias e Luís Aurélio. A média de idades deles é de 29 anos e juntos somam mais de 200 jogos no principal escalão do futebol português.

Para além deste traquejo que José Mota tanto fez questão de acrescentar ao plantel fogaceiro, há muito que o treinador seguia de perto a maioria dos seus agora reforços. Peçanha trabalhou com ele em Paços de Ferreira e os outros andaram por clubes das redondezas, como Freamunde, Penafiel, Moreirense ou Chaves. Mota fartou-se de os ver e foi recolhendo informações de quem os conhecia melhor. Com tudo isto somado, o risco que algum o surpreenda pela negativa é bem menor.

Por Ricardo Vasconcelos
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Feirense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0