Filipe Martins trabalha com dois sistemas

Técnico dos fogaceiros já usou o 4x4x2 e o 4x2x3x1 nos jogos de pré-época

Filipe Martins
Filipe Martins • Foto: Hugo Monteiro

Filipe Martins nunca prescindiu do 4x3x3 na temporada transata desde que, em fevereiro,  assumiu o comando da equipa. Nesta pré-época, a equipa já se apresentou em dois desenhos diferentes ao cabo de três testes realizados.

Frente ao Berço, N’Sor e Petkov fizeram dupla de ataque em 4x4x2, já com o Ac. Viseu foram Boupendza e N’Sor, mantendo-se o mesmo sistema, ao passo que, anteontem, com o Lusitano Vildemoinhos, João Tavares jogou a 10, nas costas do ponta-de-lança ganês, enquanto Boupendza alinhou a partir do flanco direito do ataque.

Numa fase de encaixar as características dos jogadores no modelo de jogo, o treinador dos feirenses tenta ao máximo descortinar os diferentes sistemas que pode dar uso para tirar o maior rendimento possível. Um dos jogadores que pode beneficiar com este camaleão tático de Martins é Boupendza: o avançado móvel que chegou do Bordéus gosta de jogar solto e aparecer com perigo em zonas de finalização.

Recorde-se que N’Sor, Petkov, Boupendza e João Victor são as opções até ao momento do ataque do Feirense. Quarta-feira, o nível de dificuldade acresce diante do primodivisionário Moreirense, oportunidade para perceber que estratégia Filipe Martins terá na manga.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Feirense

Notícias

Notícias Mais Vistas