Manta tratado como um herói

Invasão pacífica no fim, com o técnico a ser cumprimentado por adeptos e... atirado ao ar

• Foto: Hugo Monteiro 

Mal soou o apito final, o relvado do Marcolino de Castro foi invadido (pacificamente) pelos elementos do banco de suplentes e até por adeptos. Todos celebraram a permanência com grande euforia, os jogadores foram muito assediados e até tiveram os familiares bem perto. Mas o herói da tarde foi Nuno Manta.

O treinador guiou o Feirense à permanência, pelo segundo ano seguido. Começou por ser cumprimentado pelos adjuntos, quando terminou o jogo, mas foi logo a correr para o balneário e cumpriu uma promessa: telefonou à sua mulher e à filha. Voltou para o relvado, foi abraçado praticamente por toda a gente que lá estava, tirou fotos e até foi atirado ao ar! Estava visivelmente emocionado.

"Ele é muito importante. É o líder. Voltou a conseguir a permanência", resumiu o capitão Cris. "É um momento importante para o crescimento do clube", disse.

Por Ruben Tavares
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Feirense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0