Mudar a sorte no Marcolino

Fogaceiros têm estado particularmente azarados nos últimos minutos dos jogos caseiros. Ganhar ao Varzim é imperativo

Ainda em busca do primeiro triunfo com Rui Ferreira e de tornar mais eficaz o seu domínio dos jogos, como Record escreveu na sua edição de ontem, o Feirense tenta também libertar-se da malapata de pontos perdidos nos últimos minutos em casa recentemente: assim foi com Estoril, Ac. Viseu e Cova da Piedade.

Nos dois primeiros embates, ainda sob a orientação de Filipe Rocha, os fogaceiros deixaram-se empatar com os viseenses aos 74 minutos, quase no último quarto de hora de jogo; e, ante o líder da Liga Sabseg, um golo solitário nascido de um pontapé de canto, aos 86 minutos, resultou numa dura derrota para os santamarianos.

Já a partida perante os piedenses marcou a estreia de Rui Ferreira no banco do Feirense. A ganhar por 1-0 e com oportunidades privilegiadas para dilatar a vantagem, os feirenses viram o conjunto de Almada chegar ao empate dois minutos para além dos 90', através de um penálti.

Ainda dentro da atual sequência de seis jogos sem ganhar, refira-se outra derrota perto do cair do pano. Não foi em casa, mas em Arouca, com um tento consentido aos 90+1', envolto em polémica por a bola ter batido num braço de Heliardo, o autor do golo. Esse desafio acabou por ditar a saída de Filipe Rocha.

É, pois, esta manhã, a partir das 11.00h, que a turma de Rui Ferreira vai procurar exorcizar estes pequenos fantasmas das últimas semanas e recuperar fôlego entre os lugares que poderão dar acesso à próxima edição da Liga NOS.

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Feirense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.