André Castro com suspensão de 15 dias

Presidente da SAD do Leixões castigado após os incidentes no jogo com o Estoril

• Foto: José Reis / Movephoto

Os minutos finais do jogo entre o Leixões e o Estoril ficou envolto em polémica, tendo a equipa matosinhense feito várias críticas à atuação de Manuel Mota. De resto, os protestos feitos após o apito final do árbitro valeram castigos a elementos dos bebés do Mar.

André Castro, presidente da SAD do Leixões, foi multado em 536 euros e suspenso em 15 dias. No comunicado emitido pela Liga Portugal é possível ver-se as razões dos castigos aplicados:

"Protestos contra a equipa de arbitragem - Dizendo :"Não mandas aqui, não vens para aqui ameaçar ". No final do jogo estava na bancada bastante exaltado a dizer que "sois uma vergonha, não é fora de jogo e é penalti"
A arguido foi notificado dos relatórios oficiais do jogo no dia 22/02/2021, dos quais consta que o arguido foi expulso por "Protestar ou discutir com o arbitro aquando a a advertência do treinador disse após lhe ser pedido que se sentasse: "Não mandas aqui, não vens para aqui ameaçar ". No final do jogo estava na bancada bastante exaltado a dizer que "sois uma vergonha, não é fora de jogo e é penalti". O arguido apresentou alegações no dia 22/02/2021, acompanhadas de imagens-vídeo, argumentando, em síntese, que a factualidade descrita no relatório do árbitro não corresponde ao que efetivamente se passou", podia ler-se.

Para além de André Castro, Cristiano Brito, preparado físico do clube, também foi multado em 1785 euros e suspenso por 8 dias.

Por Diogo Matos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Leixões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.