Carlos Pinto: «Não podemos viver de vitórias morais, mas fiquei satisfeito»

Técnico lamenta afastamento da Taça da Liga, mas elogia jogadores

• Foto: José Gageiro / Movephoto

Apesar da derrota diante do Marítimo, por 2-1, que ditou a eliminação da Taça da Liga, Carlos Pinto teceu rasgados elogios à exibição protagonizada pela formação do Mar.

"Fiquei muito satisfeito com o prestação dos meus jogadores. Disse-lhes ao intervalo que se fosse adepto, levantava-me e aplaudia. Tivemos um Leixões de grande qualidade, mas o futebol também é isto. Mas fiquei muito orgulhoso. Não podemos viver de vitórias morais, mas fiquei efetivamente muito satisfeito com a exibição", referiu, em conferência de imprensa.

Numa altura em que o Leixões vencia por 1-0, Braga desperdiçou um penálti e, no minuto seguinte, o Marítimo igualou o marcador, acabando por conseguir em cima do intervalo o golo da reviravolta. Questionado sobre se esse momento foi o ponto de viragem no encontro, o técnico reconheceu que sim, mas deixou uma garantia.

"É óbvio que se marcassemos o penálti, ficaríamos mais confortáveis. O Marítimo teria de correr atrás do resultado, mas isso não aconteceu. Mas só falha quem marca é, se no próximo jogo tivermos um penalti, será o Braga a marcar novamente".

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Leixões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.