Carlos Pinto: «Trabalhar sempre nos limites»

Técnico leixonense em antevisão ao jogo em Chaves

• Foto: José Reis / Movephoto

Numa série de cinco jogos sem vencer no campeonato (três empates e duas derrotas), o Leixões busca retomar o caminho das vitórias no campo de um rival direto na luta pela subida. Este sábado, o conjunto de Carlos Pinto viaja até Chaves e o técnico fala no "caminho" de superação necessário para os leixonenses voltarem a sorrir.

"O caminho é trabalhar sempre nos limites e acreditar que as coisas, num campeonato muito equilibrado como é este, alteram com facilidade. É importantíssimo que os adeptos apoiem a equipa em todos os momentos. Contamos com eles para, todos juntos, regressarmos às vitórias", afirmou o treinador dos matosinhenses, na antevisão, apelando igualmente ao apoio dos adeptos.

O técnico sabe da dificuldade de jogar em Chaves e que o momento de forma da sua equipa não é o melhor, mas o mesmo frisa que já viu melhorias no último jogo, apesar da derrota com o Penafiel.

"Vamos ter um jogo de elevado grau de dificuldade, frente a um fortíssimo candidato à subida. Pela qualidade dos dois plantéis, vai ser um jogo de qualidade e muito competitivo. Vimos de um ciclo em que os resultados não são os desejados. No entanto, na última jornada, a equipa já deu uma resposta na melhoria da qualidade de jogo apresentada", vincou ainda.

O Leixões, 7º classificado da 2ª Liga, com 23 pontos, joga amanhã em casa do Chaves, 5º, com 25 pontos. A partida tem início marcado para as 17h15, no Estádio Municipal Engenheiro Manuel Branco Teixeira, num jogo a contar para a 16ª jornada.

Por Ruben Tavares
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Leixões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.