Crença na subida cruza o Atlântico

Vitória sobre o Arouca reforça a candidatura e não é só no Mar que os jogadores têm apoio

• Foto: Luís Manuel Neves

O melhor Leixões estava reservado para o final e as três vitórias consecutivas da equipa orientada por Francisco Chaló colocam o emblema de Matosinhos no lote de candidatos à subida de divisão. Uma vitória no domingo, diante do Arouca, pode deixar o 2º lugar a apenas um ponto. Como é hábito nestas ocasiões, o Mar vai pintar-se de vermelho e branco com os adeptos a prometerem ser o 12º jogador de uma equipa que se pode gabar de ser a melhor a atuar em casa neste campeonato: 38 pontos conquistados.

O sonho de voltar à 1ª Liga comanda um conjunto de jogadores que tem sentido o carinho de muita gente, inclusive os heróis da última subida. Desde o Brasil, o antigo capitão Élvis recorda um dos trunfos leixonense: "Os adversários tinham medo de jogar no Mar. Tem de continuar a ser assim... Três ou quatro mil adeptos na bancada a apoiar a equipa." Mais perto, na Madeira, Hugo Morais destaca outro fator: "Os jogadores transformam-se quando chegam ao Leixões. Lá, quase obrigatoriamente, têm de lutar pela subida." O Arouca que se cuide...

Incentivo dos heróis de 2006/07

Élvis

"Estou em São Paulo e sempre a torcer pelo Leixões. Conseguiram recuperar a mística do clube e, tal como nós, correram por fora e estão a fazer um sprint final muito forte. Com o apoio dos adepto, a subida vai ser possível. Eu acredito."

Jorge Gonçalves

"O Leixões é um clube de 1ª Liga. Os adeptos vão comparecer em massa e os jogadores têm de estar tranquilos. Aqueles adeptos querem ver atitude em campo e esse apoio tem de ser positivo para a equipa e inibidor para o Arouca."

Hugo Morais

"Quem joga no Leixões aprende a amar o clube para sempre. Tenho andado muito contente, mas também ansioso. Os jogadores têm de desfrutar este momento e fazer tudo para concretizar o sonho. Por tudo o que é o Leixões, merece estar na 1ª Liga."

Roberto

"Em casa, o Leixões é um gigante intransponível. Tal como no nosso tempo, a equipa tem mostrado garra e coração. Está confiante e todos acreditamos que, no final, aqueles maravilhosos adeptos podem ter uma enorme alegria."

Por Ricardo Vasconcelos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Leixões

Notícias

Notícias Mais Vistas