Paulo Lopo: «O Leixões é um clube histórico e vai defender-se»

Presidente da SAD dos matosinhenses assume que o caso vai obrigar o clube a repensar a sua estratégia para o futuro

• Foto: Lusa

Os últimos dias têm sido marcados por alguma agitação no Leixões e Paulo Lopo, presidente da SAD dos matosinhenses, aproveitou a tarde desta segunda-feira para reagir à condenação da SAD no processo 'Jogo Duplo'.

Análise à situação

 "A Leixões SAD e todo o universo leixonense sentem-se injustiçados pela condenação de que foram alvos no processo ‘Jogo Duplo’. O Leixões e a cidade de Matosinhos não ficarão de braços cruzados e irão recorrer a todos os meios judiciais que são permitidos, a Relação e a Constitucional, sendo certo que não relação entre a SAD e o cometimento de qualquer crime. Os nossos 112 anos têm sido uma escola de virtudes, somos um clube formador de pessoas e desportistas e não nos revemos em qualquer forma que possa ir contra a lei e contra a verdade desportiva.

Até hoje, infelizmente, não nos foi disponibilizada a sentença e os fundamentos, pelo que não sabemos do que fomos acusados. Ao longo deste processo, nunca existiu uma imputação de qualquer ato ilícito à SAD. Existiu a algumas pessoas que trabalhavam na SAD, mas não à SAD diretamente, o que implica uma nulidade acusação e uma pronúncia, porque ninguém pode ser acusado de um crime no qual não lhe tenham sido imputados factos reais. O Leixões é um clube histórico e vai defender-se".


Como se encontra o plantel do Leixões na sequência de todo este processo?

"A tranquilidade ficou bem patente na vitória que conseguimos na última jornada, o plantel está tranquilo. Nos últimos três anos temos sido uma SAD cumpridora, os ordenados estão em dia e foram pagos quase dois milhões de euros em impostos ao Estado. Só por isso, seria um crime condenar o Leixões, que é um bom pagador. Em função disto, vamos repensar a nossa estratégia para o futuro. No entanto, acreditamos que vamos ultrapassar esta situação, queremos mostrar que há justiça no futebol.  A SAD do Leixões não cometeu nenhum crime e, mesmo que alguém o tivesse feito, não teria sido em nome da SAD. Acho que ninguém fez, mas, se o tivesse feito, não representava a sociedade anónima. A SAD é representada por duas assinaturas e não por uma pessoa".


Perspetivas para o futuro

"Faremos uma equipa capaz de defender os interesses do Leixões, mas o nosso principal objetivo vai ser pagar as dívidas da SAD e, na medida do possível, ajudar o clube no mesmo. Assim, caso haja algum problema, podemos estar descansados e não colocar em risco o futuro do clube. Se o Leixões descesse à 3ª Divisão teria o seu futuro em risco, assim o nosso objetivo passa a ser pagar tudo o que devemos. Não acreditamos que aconteça porque não cometemos nenhum ato ilícito.O Leixões vai crescer e vai voltar a ser o Leixões do passado. Pode ser que isto seja uma forma de unir cada vez mais o Leixões".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Leixões

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.