Jorge Paixão deu a volta por cima

Melhor registo da época, com 3 vitórias seguidas, permitiu ao técnico tirar a equipa da zona de descida

• Foto: Luís Manuel Neves

Jorge Paixão já alcançou o objetivo de retirar o Mafra da zona de despromoção. Com três vitórias consecutivas – o melhor registo da época – a equipa saloia entrou numa curva ascendente após a derrota com o Famalicão (4-1), que o treinador considera ter sido o momento crucial. E é por isso que Paixão realça o caráter dos jogadores, que no seu entender têm sido "inexcedíveis", assim como o trabalho por si efetuado desde a 22ª ronda, altura em que entrou para substituir Jorge Neves no comando técnico.

"Desde que cheguei que temos sido sempre melhores, excetuando o jogo na Covilhã, onde tivemos o nosso pior desempenho. Agora procuramos mais o golo e ainda defendemos melhor, uma vez que conseguimos fazê-lo com o bloco subido no terreno", analisa o treinador, de 50 anos, em declarações a Record, ainda assim algo cauteloso.

"Apesar do bom momento já disse ao plantel que estamos na estrada da morte, pois qualquer desatenção pode ser fatal. Não podemos desviar o foco, nada está conquistado", frisa.

Pausa antes das finais

Depois desta paragem, que o técnico considera ser "benéfica para corrigir pequenas coisas que ainda não estão bem", há então mais nove finais pela frente que, no fundo, vão ser encaradas da mesma maneira. Afinal, o Mafra é nesta altura uma equipa que, no entender de Jorge Paixão, tem todas as "condições para vencer qualquer adversário".

Por Alexandre Moita e Rui Jorge Cabaço
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Mafra

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0