Aly Ghazal sobe a capitão e acredita na ida à Europa

Egípcio está na Madeira desde 2013

• Foto: Hélder Santos

Chegou à Madeira em janeiro de 2013 e, depois de um período de adaptação que assume ter sido difícil, Aly Ghazal já é um dos mais antigos do plantel do Nacional e foi promovido ao lote de capitães. "Cabe-me a mim, que já cá estou há três anos e meio, ajudar na integração dos novos elementos. Temos um plantel muito bom e o nosso objetivo é claro: chegar às competições europeias", afirma o médio-defensivo, de 24 anos, que tem sido testado a central.

"O míster Manuel Machado tem uma grande importância na minha vida, não só pela experiência que passa mas também pelos conselhos que me dá extrafutebol", reconhece o egípcio, sem esquecer os primeiros tempos na Madeira. "Estava sozinho, não conhecia a língua e os seis meses iniciais foram complicados. Depois, tudo mudou e sinto-me bem no Nacional", frisa.

À beira de completar 100 jogos pelos alvinegros na 1ª Liga, Aly Ghazal já foi apontado ao FC Porto e ao Sporting. O contrato acaba em 2018 e o trinco assume querer "jogar num grande", mas "terá de ser bom para o Nacional".

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas