Ex-treinador de guarda-redes do Nacional morre aos 35 anos

Emídio Júnior tinha interrompido a carreira em 2019

O Nacional informou, na manhã desta quinta-feira, o falecimento de Emídio Júnior, ex-treinador de guarda-redes, vítima de doença prolongada.

O técnico, de nacionalidade brasileira, tinha 35 anos e trabalhou na equipa principal durante sete temporadas, com treinadores como Manuel Machado, Jokanovic ou Costinha, entre outros.

À família enlutada e ao Nacional, Record endereça sentidas condolências.



Leia a nota do Nacional na íntegra:

O CD Nacional lamenta informar o falecimento do seu ex-treinador de guarda redes, Emídio Júnior.

Começando por trabalhar no futebol de formação do clube, Emídio Júnior integrou o quadro técnico da equipa sénior de futebol em 2012, mantendo-se em funções até 2019, altura em que, por motivos de saúde, foi obrigado a fazer uma interrupção na sua carreira.

Morreu esta noite, aos 35 anos (completava 36 anos no próximo dia 4 de julho), deixando um enorme vazio em todos aqueles que tiveram a felicidade de o conhecer, e tornando muito mais pobre o nosso clube.

À família, o CD Nacional expressa o seu voto de sinceras condolências, extensivas a todos os nacionalistas.

Até sempre Júnior. Estarás sempre no nosso coração.

4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0