Governo Regional da Madeira felicita Nacional pela subida de divisão

Insulares regressam ao primeiro escalão um ano depois

• Foto: Hélder Santos

O Governo Regional da Madeira, emitiu esta terça-feira uma nota de imprensa onde congratula o Nacional pela sua subida à Liga NOS, confirmada numa reunião extraordinária da Liga.

Nessa missiva, pode ler-se que "o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, e o seu executivo, vêm congratular o Clube Desportivo Nacional, o seu presidente e demais direção, a sua equipa técnica, jogadores e demais membros que compõem o grupo de trabalho, como também a sua sempre presente massa associativa e simpatizantes, pela promoção à Primeira Liga, hoje concretizada.".

Realça que "foi um percurso que encheu de orgulho a Madeira e os madeirenses e porto-santenses, que comungam da satisfação de voltarem a ter mais uma equipa madeirense no principal campeonato profissional de futebol do País. E todos sabemos a importância do Desporto na vida dos madeirenses e dos porto-santenses, mas também o seu contributo para a Economia da Região", pode ler-se na referida nota.

É ressalvado que este feito "tem uma importância maior pelo momento que atravessámos, mas que é também símbolo da resistência do clube e da capacidade do mesmo em enfrentar, com sucesso, um desafio que não se afigurava fácil".

Considera ainda que "nos maus momentos é que se vê a fibra, a capacidade de superação. O Nacional voltou a demonstrar essa fibra que caracteriza o clube".

A concluir o referido comunicado destaca que "o Clube Desportivo Nacional está assim de volta ao lugar a que pertence, onde merece continuar", fazendo "votos de continuações de bons sucessos desportivos".

Devido à pandemia de covid-19, a 2ª Liga foi suspensa por tempo indeterminado em 12 de março, mas foi excluída a sua continuidade por parte do Governo.

Em comunicado, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) disse hoje que "fixou" as promoções dos dois primeiros classificados da 2ª Liga, Nacional e Farense, e a despromoção dos dois últimos, Cova da Piedade e Casa Pia, que terão de ser aprovadas em Assembleia Geral do organismo.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0