Nacional vai acionar a cláusula de compra de Pedrão

Rui Alves vai falar esta terça-feira com jogadores que possuem contrato de forma a reduzir custos

• Foto: Pedro Simões

Rui Alves confirmou esta segunda-feira, após ter reunido com os jogadores que estão em final de contrato, que o defesa central Pedrão interessa aos alvinegros, havendo no seu vínculo de empréstimo por parte do Palmeiras, uma cláusula de opção de compra por parte dos nacionalistas e que "vai ser acionada, pois pretendemos que o Pedrão continue para a próxima época".

Em relação a Lucas Kal, que esteve cedido pelo São Paulo, o central não vai ficar na Madeira. Este futebolista brasileiro adiantou a Record que "o importante agora é ir de férias e depois vou pensar no futuro".

Sobre o restante lote de jogadores que finalizaram o seu termo contratual, casos de Seydou, Marco Matias, Rui Encarnação, Nuno Borges, António Filipe, Koziello,  Kenji Gorré, Pedro Mendes, "o Nacional não manifestou interesse em nenhum para assegurar a sua continuidade. Em relação ao plantel, vamos aguardar pela chegada do novo treinador, Sérgio Vieira, nos próximos dias, para tomar decisões concretas em relação aos jogadores que pretendemos". O líder nacionalista avançou a Record que "Sérgio Vieira está a resolver alguns assuntos pessoais, mas em breve virá para a Madeira de forma a começarmos a resolver a próxima época".

O central Júlio César que possuiu vínculo contratual com os nacionalistas por mais uma temporada, revelou ao Record que o seu empresário estará na Madeira durante a próxima semana para tratar do seu futuro, deixando antever que poderá não vir a continuar na Madeira, embora tenha dito que tem contrato com os nacionalistas.

Evitar despedimento coletivo

Amanhã, o responsável máximo dos alvinegros vai reunir com os jogadores que possuem contrato com o clube, com a certeza que terá de confrontá-los com a nova realidade do clube: "Aqueles que, embora, estando com contrato, tem a dificuldade de pelo facto de termos descido de divisão, os valores que os atletas dispõem nos contratos são claramente impossíveis para podermos suportar, face aos valores que vamos receber de subvenção e outras receitas. Teremos de encontrar soluções como é óbvio, de forma a evitar uma posição mais extrema de sermos obrigados a recorrer num despedimento coletivo".

Horário alargado nas eleições

Já está definido que nas eleições nacionalistas, que irão decorrer no próximo dia 1 de junho. Assim, após sorteio efetuado na sede do clube, a candidatura do atual presidente, Rui Alves, será a Lista A, enquanto a Lista B, será liderada por Daniel Meneses. Quanto ao ato eleitoral irá decorrer entre as 13 e as 20 horas. Esta informação foi avançada no sítio oficial do clube, devendo poder estar em condições de votar cerca de 700 associados.

Por João Manuel Fernandes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.