Regresso ao trabalho com "máxima ambição"

Quatro reforços num plantel ainda em aberto

• Foto: Carlos Gonçalves
PUB

O Penafiel iniciou esta segunda-feira os trabalhos para a temporada 2018/19, com quatro reforços num plantel ainda em aberto e a "máxima ambição" de lutar pela melhor classificação na competitiva 2.ª Liga.

Os defesas Pedro Lemos e José Pedro, também conhecido por 'Vini', e os avançados Yuri e Areias são, por agora, as caras novas de um grupo de trabalho marcado pela continuidade dos principais elementos. O médio Kalica, que alinhava na equipa B foi promovido ao plantel principal.

"O grupo de trabalho da época passada, após a boa campanha realizada, merecia a nossa confiança, daí esta aposta na continuidade. O plantel, no entanto, não está fechado. Em conjunto com a equipa técnica, vamos verificar e colmatar as lacunas que possam existir", disse o presidente do Penafiel, António Gaspar Dias, na abertura da cerimónia de apresentação da equipa.

Aos jornalistas, Gaspar Dias lembrou que "os adversários estão fortes", mas isso não impedirá o Penafiel de "tentar fazer, mais uma vez, o melhor possível".

Nas duas últimas épocas, os rubro-negros terminam o campeonato no quinto lugar, bem próximo dos lugares de subida.

"Os objetivos do Penafiel não são diferentes de qualquer outra equipa da II Liga, que é fazer a melhor classificação num campeonato muito competitivo", sublinhou.

O treinador Armando Evangelista foi um pouco mais longe e não escondeu o desejo de subir de divisão, garantindo apenas "um plantel com máxima ambição".

"Mentiria se dissesse que não queria subir, mas também não vou dizer que o Penafiel é o clube que melhor se apetrechou para atingir esse objetivo. Neste momento, há 18 candidatos", afirmou Armando Evangelista.

O técnico dos rubro-negros deu conta do rigor nas escolhas, acreditando que os jogadores que entraram podem colmatar e fazer esquecer os jogadores que saíram, mas lembrou que são necessários mais jogadores.

"O Penafiel habituou-nos a fazer muito com pouco e, mais uma vez, procurámos ter rigor. Cada época tem a sua história, mas com este plantel, sem haver novos reajustes, teremos de alterar o modelo de jogo", precisou Evangelista.

O defesa direito Kalindi, o médio ofensivo Gustavo e os avançados Gleison e Fábio Fortes figuram entre as principais saídas do plantel, numa lista extensiva ao defesa Diouf e ao extremo Danilo.

Nesta primeira semana, o Penafiel reparte o trabalho de campo com a realização de exames médicos, prosseguindo, depois, o plano de trabalho com treinos bidiários.

Estão marcados quatro particulares, todos eles diante de equipas do principal escalão, apenas um em Penafiel: em 07 de julho os penafidelenses jogam em Guimarães, diante do Vitória, às 10:00, seguindo-se o Belenenses, no dia 11, às 11:00, no Complexo Desportivo de Lousada.

No dia 14, o Penafiel defronta o Moreirense, no estádio 25 de Abril (em hora a definir), a que se segue, no dia seguinte, a 15, o Santa Clara, em Paredes ou Rebordosa (local ainda a definir), pelas 11:00.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
PUB