Daniel Ramos e a saída de Carlos Vinícius: «Bons são aqueles que estão capazes de ajudar»

Treinador fez antevisão ao jogo com o Marítimo

• Foto: Lusa

Sem ganhar desde o dia 27 de outubro para o campeonato (na altura uma vitória caseira sobre o Chaves por 1-0), o Rio Ave joga segunda-feira no Estádio dos Barreiros, com o Marítimo.

Numa semana em que o noticiário rioavista fica marcado pela saída do ponta-de-lança Carlos Vinícius para o Monaco, Daniel Ramos só se fica nos que estão consigo. "O assunto Carlos Vinícius está entregue à direção e seguirá o caminho que terá de seguir. O que temos de pensar é em preparar o jogo da melhor forma. Se é uma baixa de vulto? Bons são aqueles que estão capazes de ajudar", afirmou o treinador vila-condense, no final desta manhã, em antevisão ao confronto com os madeirenses.

Quanto a eventuais reforços, com o prazo da janela de mercado bem próximo do seu término, Daniel Ramos garante que está tudo sob controlo. "Estamos a trabalhar nesse aspeto de forma árdua. Tudo pode acontecer e os reforços podem chegar. Se já começa a ser tarde? É no tempo que é", afirmou, no press center do Estádio do Rio Ave.

Se os resultados da equipa não são nada animadores, Ramos vê, sem qualquer dúvida, diz, "evolução". "A evolução da equipa é um processo que passa por muitas rotinas e sistematização. A equipa tem uma matriz e não vamos querer fugir dela, que passa por ter bola. Se me perguntarem: 'a equipa está melhor agora?', eu responderei 'sim, sim e sim'", asseverou.

No plano pessoal, o regresso ao Funchal e defrontar o Marítimo é algo especial para Daniel Ramos, que vê "valor" nos insulares, sendo que a equipa de Petit vem de três vitórias consecutivas e está a apenas um ponto do Rio Ave. "É sempre bom voltar a um ilha boa, especial e que me tratou bem. O Marítimo não começou o campeonato muito bem, mas é uma equipa de muito valor. Se repararmos, quase toda a base da equipa da última temporada continua lá", analisou ainda.

Os últimos dias foram também marcados por muito ruído e polémico em redor da arbitragem e do vídeo-árbitro. Para o técnico rioavista, o VAR é bem-vindo mas há sempre espaço para melhorar. "É um assunto muito sensível. Deixem os árbitros apitar. Quanto maior ruído, pior. Não se ganha nada com isso. Temos de criar um clima mais positivo. Defendo tudo aquilo que diminua o erro. Sem o VAR, mais erros existiriam. Agora, há um caminho sem retorno a percorrer e sem dúvida que há sempre coisas para melhorar", concluiu.

Por Ruben Tavares
Deixe o seu comentário
  • Marítimo
    -
    Rio Ave
  • (1)
    (X)
    (2)
  • 2.2
    2.95
    3.05
  • *Odds sujeitas a variação. Consulte o valor actual desta odd em www.nossaaposta.pt
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.