Luís Freire e o Nacional: «Será um adversário duro, mas queremos os três pontos»

Treinador do Rio Ave alertou que não há jogos fáceis na Liga Sabseg

• Foto: Victor Sousa/Movephoto
Em busca da sexta vitória consecutiva para o campeonato e preservar a liderança isolada na competição, o Rio Ave visita esta domingo o Nacional, naquele que será um reencontro de Luís Freire com a sua antiga equipa. Na antevisão à partida, o técnico realçou os elementos fundamentais para um bom jogo dos vila-condenses. 

"Vamos estar completamente focados no que temos para fazer, concentrados na nossa tarefa, naquilo que é a nossa organização ofensiva para conseguir fazer golos, atacar a baliza adversária, reagir forte à perda da bola e ter atenção a algumas situações estratégicas que preparamos. A nível defensivo, temos de estar atento às movimentações tradicionais do Nacional, sabendo que temos de ser iguais a nós próprios no que tem de ser a atitude e o empenho", explicou.

Ainda que o madeirenses estejam já bastante longe dos lugares de subida, Luís Freire está ciente das dificuldades que esperam o Rio Ave. "Não há jogos fáceis na 2ª Liga, sempre dissemos isso, independentemente de às vezes desvirtuarem as nossas palavras. O Nacional é um clube que nas últimas duas vezes que esteve na 2ª Liga acabou por vencê-la e é um clube habituado a estar na 1ª Liga. Tem um excelente conjunto de jogadores e um treinador que também já lutou para subir de divisão. Será um adversário duro, difícil, que vamos respeitar, mas do nosso lado queremos é fazer o nosso jogo e ganhá-lo, porque queremos os três pontos", afirmou, reconhecendo que foi "muito feliz" ao serviço do Nacional.

O Rio Ave visita o Nacional este domingo, pelas 14 horas.
Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas