Mário Silva garante Rio Ave com "foco total" no arranque do campeonato

Técnico dos vila-condenses ainda não pensa no duelo com o Besiktas para a Liga Europa

• Foto: José Gageiro/Movephoto

Mário Silva, treinador do Rio Ave, garantiu este sábado "foco total" da equipa na partida de domingo, frente ao Tondela, no arranque da Liga NOS, relegando para segundo plano o duelo da Liga Europa, com o Besiktas.

Os vila-condenses vão defrontar o conjunto turco na próxima semana, depois de terem afastado, na quinta-feira, os bósnios do FK Borac, na segunda eliminatória da competição, mas essa prestação europeia não está, para já, na mente do técnico.

"Temos de nos focar nesta partida com o Tondela. É verdade que fizemos um bom jogo na Bósnia, crescendo como equipa, mas temos agora um novo desafio para entrar bem no campeonato, esquecendo o que vem de atrás e o que vem depois", analisou Mário Silva.

O treinador da formação da foz do Ave garantiu que não há deslumbramento no grupo pelo triunfo inaugural da época, lembrando que "são competições diferentes e equipas distintas".

"Não ganhámos nada, foi apenas um jogo, contra uma equipa difícil e fora de casa. Sabemos que no início do campeonato é importante entrar forte. Os nossos jogadores, com a experiência que têm, percebem isso. Não será necessário um alerta. A motivação do grupo está em vencer o Tondela", vincou Mário Silva.

O técnico dos vila-condenses considera que o adversário deste domingo tem "bons executantes e um treinador [Pako Ayestarán] que é experiente e competente", mas aponta que a falta de informações sobre os tondelenses obriga o Rio Ave a focar-se mais nos seus processos.

"É difícil fazer uma análise a um adversário que ainda não teve competição. Podemos ser surpreendidos, porque não temos dados sobre o Tondela. Por isso, o mais importante trabalhar os nossos processos", afirmou.

Com apenas 72 horas de intervalo entre o jogo da Liga Europa e esta deslocação a Tondela, Mário Silva admitiu que seja necessário fazer alguns ajustes no 'onze'.

"A rotação da equipa não é obrigatória, mas é normal que aconteçam algumas alterações. Os jogadores fizeram apenas um treino de recuperação, ontem [sexta-feira], e temos, hoje, de perceber como estão. Felizmente, temos um plantel de qualidade, com várias soluções para gerir a equipa se for necessário", disse o treinador do Rio Ave.

Para melhorar essa gestão da equipa, o plantel deverá ser reforçado com um médio de características defensivas, tendo sido noticiado o interesse do Rio Ave em Pelé, jogador português que pertence aos quadros dos franceses do Mónaco, e que já jogou nos Arcos.

"Se vier, será bem-vindo, como mais um para acrescentar qualidade, pois não temos debilidades no plantel. Estou satisfeito com os jogadores que cá estão, dão-nos todas as garantias. Mas o mercado está aberto até outubro e tudo pode acontecer", disse Mário Silva.

Para este arranque do campeonato, os vila-condenses apenas não podem contar os lesionados Junio Rocha e Ronan.

O Rio Ave desloca-se este domingo ao reduto do Tondela, numa partida agendada para as 21:00, que terá arbitragem de Rui Costa, da Associação de Futebol do Porto.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas