Miguel Cardoso e a expulsão de Filipe Augusto: «Controlo emocional é fundamental»

Treinador do Rio Ave comentou derrota da equipa na receção ao Gil Vicente

• Foto: Luís Vieira / Movephoto

O Rio Ave perdeu este sábado por 0-2 na receção ao Gil Vicente, em jogo a contar para a 25.ª jornada da Liga NOS, num encontro em que os vila-condenses terminaram a partida com menos um jogador, face à expulsão de Filipe Augusto.

No final da partida, Miguel Cardoso comentou o lance que originou a expulsão do médio brasileiro, assumindo que o mesmo teve falta de "controlo emocional", algo que é "fundamental" para a reta final do campeonato.

"Tivemos dificuldades na entrada do jogo, porque o Gil Vicente surgiu melhor. Mas, à medida que nos fomos libertando da pressão, corrigindo alguns aspetos, fomos sendo mais competentes. Ainda equilibrámos na primeira parte e na segunda metade assumimos a partida, tomando conta do meio-campo e chegando várias vezes com perigo no último terço", começou por dizer o técnico, em declarações na conferência de imprensa.

"No entanto, aconteceu o lance da grande penalidade quando estávamos mais dominadores e é importante perceber que, quando se defrontam equipas com valores semelhantes, as coisas podem decidir-se por pormenores. Esse pormenor do penálti tirou-nos do jogo e, apesar de ainda reagirmos, tivemos de correr riscos, o que resultou em mais um golo do Gil Vicente", acrescentou.

Ausência de Rafael Camacho

"Lesionou-se num treino antes do jogo e ainda estamos a avaliar a gravidade da situação."

Expulsão de Filipe Augusto

"À medida que a época vai avançando, o controlo emocional é fundamental. O Filipe [Augusto] não conseguiu ter esse controlo, que foi algo que nos penalizou. Não foi positivo para a equipa e é fundamental que os jogadores percebam que nesta fase isso é decisivo", finalizou.

Por Record com Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas