Miguel Cardoso quer boas exibições traduzidas em pontos

Técnico mostrou-se satisfeito com o rendimento dos jogadores

• Foto: Hugo Monteiro

O treinador do Rio Ave, Miguel Cardoso, reconheceu que as boas exibições que sua equipa tem protagonizado não se têm traduzido em tantos pontos na Liga NOS como o grupo desejaria.

O técnico dos vila-condenses, que na última jornada foram derrotados pelo Sporting, em casa, pela margem mínima, até se mostrou satisfeito pelo rendimento dos atletas, mas espera que tal se reflita agora em proveitos na classificação.

"Temos uma sensação clara de que o número de pontos que amealhamos, apesar de nos colocarem numa posição confortável, não reflete a realidade e as coisas boas que fizemos", disse o técnico do Rio Ave.

Miguel Cardoso reconheceu que tal deixa um sabor amargo ao grupo de trabalho, mas vincou que o bom futebol praticado também é um estímulo para que a equipa lute por mais.

"Não desperdiçamos o que de bom temos feito, mas gostaríamos que essa visibilidade de jogo se refletisse em algo mais, até para partimos para desafios mais interessantes. Ainda assim, estamos a valorizar os jogadores, e este é o caminho que pretendemos continuar", analisou.

O treinador teceu estas considerações no âmbito da antevisão ao desafio com o Estoril, de sábado, referente à 11.ª jornada da Liga NOS, que catalogou de "elevado grau de dificuldade" para a sua equipa.

"Tenho respeito máximo pela grande qualidade dos jogadores do Estoril, que ainda no último jogo, em Paços de Ferreira, mostraram isso, apesar do resultado não ter sido o melhor. Será um jogo muito difícil para nós", frisou.

Miguel Cardoso reconheceu que "o contexto de alguma indefinição do adversário torna a preparação deste jogo complicada", mas mostrou confiança num bom resultado.

"Temos de procurar que os nossos jogadores estejam no topo da concentração para contrariar as mais valias do adversário e também a sua motivação de deixar os últimos lugares. Só um Rio Ave no máximo poderá ter perspetivas de fazer coisas boas neste jogo", sublinhou.

Miguel Cardoso volta a ter disponíveis para este jogo os defesas Bruno Teles e Marcão, que regressam de castigo, e o médio Francisco Geraldes, que na última jornada não pôde defrontar o Sporting por estar emprestado pelos leões.

O treinador não revelou, ainda assim, se fará alterações no onze, dizendo, apenas, que "é um orgulho ter um grupo de trabalho nivelado, que permite várias opções".

Como habitualmente, o emblema vila-condense não irá divulgar a lista de convocados, sendo que a única baixa, por lesão, é do defesa central Silvério.

O Rio Ave, sétimo classificado com 14 pontos, desloca-se este sábado ao reduto do Estoril, que se segue na última posição com seis, numa partida agendada para as 18:15, e que terá arbitragem de Vítor Ferreira, da Associação de Futebol de Braga.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.