Erivelto voltou a ser 'Erigolo' no regresso à 2.ª Liga

Jogador brasileiro representou o Boavista no começo de época

• Foto: Rui Minderico

Erivelto regressou em janeiro ao Sp. Covilhã, e em três jogos para o campeonato soma três golos, esperando voltar a deixar a sua marca na segunda passagem pelo clube serrano.

O ponta de lança brasileiro, de 28 anos, que no início da temporada representou o Boavista, está há menos de um mês na Covilhã e, depois de uma pausa no Natal, considera ainda não estar a 100%, mas espera estar em forma dentro de "dois ou três jogos", embora no sábado pretenda voltar a marcar, frente ao líder, o Portimonense.

"O Covilhã merece mais do que o lugar em que está. Acho que vamos fazer uma boa segunda volta e acho que vou marcar muitos mais golos do que venho marcando até agora. Sábado, espero marcar de novo e que sejam golos decisivos, importantes para nós", disse esta sexta-feira o avançado, em declarações à agência Lusa.

Na época 2014/15, quando os leões da serra disputaram a subida até à última jornada, Erivelto foi o melhor mercador da 2.ª Liga, com 23 golos, somando 26 em todos os jogos oficiais, antes de rumar ao Al-Mesaimeer, do Qatar. No início desta época vestiu a camisola do Boavista, mas nos oito jogos em que foi utilizado no clube da 1ª. Liga não conseguiu afirmar-se, regressando ao emblema onde viveu o melhor período da sua carreira.

"Tinha várias propostas. Tinha propostas mais aliciantes financeiramente de clubes da 2.ª Liga, mas aqui sinto-me em casa, tenho cá amigos. Sabia que ia acordar feliz para trabalhar. Sabia que ia ter as oportunidades de que estava à espera. Felizmente, os golos estão a surgir naturalmente, sem forçar nada", acentua o atacante do Sp. Covilhã, 9.º classificado do segundo escalão do futebol nacional.

Filipe Gouveia, o treinador, diz que Erivelto ainda não está preparado para jogar mais de 60 ou 70 minutos, mas está confiante de que possa marcar "15 ou 16 golos".

"É um jogador que ainda precisa de ritmo, mas está-se a esforçar. Ele tem 'feeling' para o golo, é um jogador de área. Estou contente por ele estar cá. Acredito que poderá fazer um bom final de época e marcar uns 15, 16 golos", frisa o técnico, à agência Lusa.

Erivelto, que esta semana voltou a marcar num jogo-treino, não vê o regresso à 2.ª Liga como um passo atrás, mas como um "seguir em frente".

"Um passo atrás seria continuar no Boavista e continuar a jogar 15 minutos. Aqui estou a ter as oportunidades que queria", avalia 'Erigolo', como é apelidado pelos adeptos serranos.

O avançado considera que a passagem menos conseguida pelo Boavista se deveu em parte a si e também a quem está no clube.

"Eu cheguei bastante acima do peso, não fiz a pré-época, demorei muito a entrar no ritmo dos outros. Depois houve uma mudança de treinador, não tive as oportunidades com que estava a contar. Acho que por isso que não deu certo, mas é um clube que eu admiro, um clube com história e que eu respeito. Quem sabe um dia não possa regressar e fazer história lá também", salienta Erivelto.

Para já, o objetivo é voltar a deixar marca no Covilhã, embora não descarte outra experiência fora de Portugal.

"No final da época, se tiver de ficar aqui, fico com o maior prazer. Se surgir convite do estrangeiro bom para o Covilhã e para mim, como aconteceu antes, eu, o presidente e os empresários vamo-nos sentar e ver o que é melhor para todos", admite o brasileiro, que diz que "desde moleque sempre ter tido faro para o golo".

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Covilhã

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.