Record

Sp. Covilhã com oito reforços no primeiro treino da época

Técnico afirma que ainda "falta contratar quatro jogadores"

• Foto: Filipe Pinto / FPF
O Sp. Covilhã, da 2.ª Liga, iniciou esta segunda-feira a pré-época com 14 jogadores, oito deles reforços às ordens de Dito, o novo treinador, que até ao final da semana espera ter "o plantel quase completo".

Os defesas João Cunha (ex-Vizela), Rafael Vieira (ex-Vilaverdense), Jean Batista (ex-Rio Preto Sport Clube, Brasil), Henrique Gomes (ex-Vilaverdense) e Agostinho Soares (ex-Cinfães), os médios Paulico (ex-Vitória do Pico) e Rúben Nogueira (ex-Águias do Moradal) e o extremo Adriano Castanheira (ex-União de Leiria) foram as novidades no primeiro treino dos serranos.

Da última temporada transitam apenas oito jogadores: os guarda-redes Igor Araújo e São Bento, os defesas Joel e Zarabi, os médios Gilberto e Makouta e os avançados Turé e Onyeka, o que vai obrigar Dito a construir "uma equipa nova", com a entrada de "14 ou 15 jogadores".

No primeiro apronto participaram também dois jogadores à experiência, Júnior, médio-defensivo, e Adrion, ala. Joel, operado ao joelho, deve voltar a treinar com o grupo em novembro, enquanto Zarabi, ausente, é aguardado para a sessão vespertina.

Nos próximos dias, segundo Dito, "vão chegar jogadores para todos os setores", que ainda não se apresentaram por atraso nas viagens e contratempos relacionados com os vistos.

Para o grupo ficar completo, "falta contratar quatro jogadores", frisou o técnico.

O novo timoneiro dos leões da serra, sucessor de José Augusto, tem como objetivo imediato formar um plantel com jogadores que se encaixem na matriz de jogo que pretende implementar, para fazer "uma época tranquila".

"O objetivo é fazer uma época tranquila, melhor do que na época passada", realçou Dito.

A Taça da Liga é a primeira prova a disputar, mas o técnico afirma não valorizar essa competição como o campeonato e a Taça de Portugal.

"Se pudermos, queremos seguir em frente em tudo, mas não valorizo tanto (a Taça da Liga) como as outras competições", salientou o treinador do Sporting da Covilhã, que realizou o primeiro treino no Complexo Desportivo da Covilhã.

Dito chegou ao emblema serrano, que há 11 épocas consecutivas disputa o segundo escalão do futebol nacional, com a intenção de privilegiar um "futebol afirmativo" e de criar uma equipa que "não tenha medo de ter bola, de assumir o jogo".

O novo treinador faz-se acompanhar dos adjuntos Pedro Duarte (ex-Tianjin Teda, China) e António Oliveira (ex- Al Nahda, Omã). Luciano Vítor, treinador de guarda-redes, é o único elemento da anterior equipa técnica que se mantém.
Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Sp. Covilhã

Notícias

Notícias Mais Vistas

M