Traquina: «Havia qualidade mas faltava sorte»

Janeiro marcou viragem

• Foto: Filipe Pinto

O mercado de janeiro marcou, definitivamente, uma viragem na época do Sp. Covilhã. Depois de na última temporada ter estado na luta pela subida até ao fim, a equipa estava a realizar um campeonato sofrível - ocupava os lugares de despromoção – até à chegada dos reforços de inverno. Éder Diez, contratado ao Pedras Rubras, Diogo Ribeiro e João Traquina, ambos cedidos por empréstimo pelo Belenenses, vieram a tempo de alterar a espiral negativa.

Antes de entrarem em ação, em 15 jogos, o emblema serrano tinha somado apenas duas vitórias. Um cenário diferente desde que Chaló pôde contar com reforços: em oito jornadas, seis vitórias, um empate, uma derrota e uma subida de nove lugares na tabela.

Traquina, que está de regresso a uma casa bem conhecida, foi sempre titular nesta série de jogos. Não se considera "especial" por esta fase, mas reconhece que os reforços vieram "acrescentar valor" a uma equipa que "tinha qualidade, mas que tinha falta de sorte".

"É verdade que os resultados começaram a aparecer, as vitórias chegaram. No entanto, o problema não era a falta de qualidade do grupo, apesar da fase menos boa que estava a atravessar. As coisas não saíam bem e os resultados não apareciam", fez questão de justificar o avançado, de 27 anos, antes de comparar esta temporada com a anterior: "Não há duas épocas iguais e o Sp. Covilhã não teve o início desejado. Agora vai ser difícil chegar aos lugares de subida, mas queremos manter esta série positiva. Estão 39 pontos em discussão e poderemos fazer mais do que na última época. Será difícil, mas no final faremos as contas".

Por Valter Marques
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Sp. Covilhã

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.