Record

Oliveirense "procura manutenção" na 2.ª Liga em 2018/19

Apesar de jogar em 'casa emprestada'

• Foto: MOVENOTÍCIAS
A Oliveirense começou esta segunda-feira a preparação para a próxima temporada na 2.ª Liga, mantendo como objetivo principal a manutenção, em mais um ano a jogar fora de portas, no Estádio Municipal de Aveiro.

"Os objetivos passam por atingir a manutenção e depois lutar em cada jogo pelos três pontos. Sabemos que vamos ter outra vez a dificuldade de não jogar em Oliveira de Azeméis, mas sim em Aveiro, o que não é a mesma coisa. Por isso o objetivo será a manutenção e, se possível, melhorar a classificação anterior (12.º lugar)", afirmou o treinador da Oliveirense, Pedro Miguel, em declarações à Lusa.

O início das obras no Estádio Carlos Osório devem começar "o mais rapidamente possível", caso seja constituída a SAD do clube. Um processo já aprovado pelos sócios.

"Neste momento, se for constituída a SAD, a prioridade será criar infraestruturas, não descurando o aspeto desportivo, mas a União tem o objetivo de criar um estádio para voltarmos o mais rapidamente possível a Oliveira de Azeméis. Esse investimento que SAD possa fazer (no plantel), deriva muito da criação de infraestruturas e isso passa por novas condições no estádio", explicou o técnico.

Para já, Pedro Miguel conta com os reforços Agdon Menezes, Diogo Clemente, Miguel Silva e Paraíba, contratados por duas temporadas pelo clube.

"Nós partimos com uma base (de plantel) do ano passado. Onde vai haver mais mexidas é no setor atacante, neste caso, entrada de pontas de lança e mais jogadores. No meio-campo temos jogadores que vão continuar, devemos manter o setor recuado e juntar reforços também. Os guarda-redes vão manter-se e o setor mais reforçado vai ser o atacante", referiu.

Não há muitas saídas na equipa, mas destaca-se a ida do melhor marcador da temporada passada, Brayan Riascos, para o Nacional, que subiu ao escalão principal, estando também iminente uma outra saída, de um "jogador titular" para a Liga NOS.

Rafa, Clayton, Fabian Cuero e Gabi são as restantes saídas da equipa, embora o último se tenha retirado e faz agora parte da equipa técnica, como preparador físico, enquanto Alemão, Sérgio Silva, Oliveira e Diogo Valente renovaram.

"No setor recuado haverá a entrada de dois ou três elementos, no meio-campo, eventualmente, dois elementos e no setor atacante haverá mais mexidas. Algumas ainda vão acontecer, neste momento vamos fazer as coisas com cautela, sem precipitação, porque temos de ser assertivos, em função do nosso rigoroso orçamento", admitiu.

A Oliveirense tem já cinco jogos de preparação agendados para este mês, três deles no Estádio Carlos Osório, frente ao Vitória de Guimarães B (7 de julho), Felgueiras (14) e o jogo de apresentação diante da Académica, a 18 de julho, e desloca-se a Quiaios, novamente perante Vitória de Guimarães B (11) e Arouca, no dia 14.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de UD Oliveirense

Notícias

Notícias Mais Vistas

M