Capucho e o jogo da Allianz Cup frente ao FC Porto: «Vamos tentar fazer uma gracinha»

Varzim quer bater o pé no (e ao) Dragão

• Foto: Simão Filho

O Varzim parte como líder isolado do Grupo C para a 2.ª jornada da fase de grupos da Allianz Cup e com a esperança de se manter nos lugares cimeiros, no jogo no Dragão, na quarta-feira, às 19 horas.

O treinador Nuno Capucho, que conhece como poucos os cantos à casa azul e branca, não se dá por vencido ante a maior valia do adversário e prevê uma luta de gigantes para ultrapassar o favoritismo dos Dragões.

"Vai ser uma atmosfera de Champions, e os jogadores têm de se aperceber disso e fazer mais para atingir esse patamar. Esta é a realidade do futebol. Somos 'outsider' nesta taça, mas ganhámos o direito de estar neste patamar, e o FC Porto, mesmo se apostar em algumas segundas linhas, tem qualidade individual e coletiva para nos suplantar".

E prosseguiu: "Vamos tentar fazer uma gracinha com os nossos jogadores e tentar criar dificuldades com ou sem bola, tirando partido dessas possíveis segundas linhas para fazer um resultado positivo e num lance de inspiração chegar ao triunfo. Sou sonhador por natureza".

O facto do Varzim só não poder contar com os lesionados Jeferson e Nelsinho não incomoda o técnico: "O plantel tem 27 jogadores aptos, estão motivados para entrarem no Dragão e divertirem-se, porque assim terão mais facilidades de poderem, tanto individual como colectivamente tornarem-se superiores".


 

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Varzim

Lista de Edgar Pinho foi aceite

Em comunicado, Comissão Administrativa esclarece ainda que oito dos 64 sócios não estavam no "pleno uso dos seus direitos sociais"

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.