César Peixoto: «Mesmo com menos um quisemos ganhar»

Técnico poveiro salienta "espírito tremendo" dos seus jogadores na vitória sobre o FC Porto B (1-0)

• Foto: Peter Spark/Movephoto

Foi novamente a acabar que o Varzim alcançou mais uma vitória preciosa para fugir à despromoção. Hoje foi com um golo solitário de Stephen Payne, em Pedroso, diante do FC Porto B.

"Isto é fruto de muito trabalho. Os jogadores têm um espírito tremendo. A equipa tem demonstrado que é até ao fim. Até ao árbitro apitar. Fomos sempre uma equipa na verdadeira aceção da palavra. Todos os jogadores já jogaram comigo. Existe esta união e ninguém desiste. Mesmo com menos um, quisemos ganhar. Não sou treinador de empate", disse o treinador varzinista César Peixoto na conferência de imprensa pós-jogo.

Questionado sobre como se tem sentido na sua primeira experiência como treinador principal, Peixoto voltou a virar os holofotes para o coletivo e para o clube em si: "Está a ser melhor do que estava à espera. Eu queria ser treinador porque sentia falta da pressão. Os jogadores acreditam em mim e na minha equipa técnica piamente. Eu sabia que ia ser um trabalho difícil, mas estou aqui de corpo e alma. O staff está todo unido. Toda a gente tem trabalhado em prol de darmos a volta por cima."

Por Ruben Tavares
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Varzim

Notícias

Notícias Mais Vistas