Paulo Alves: «Iremos dar consistência e continuidade a um trabalho que estamos a desenvolver»

Treinador do Varzim promete não fazer grandes alterações no onze para o jogo frente ao Chaves

• Foto: Facebook Varzim

Depois do triunfo sobre o FC do Porto B na abertura da 2.ª Liga, o treinador do Varzim quer manter a soma de pontos na deslocação ao Chaves, defendendo que "em equipa que ganha não se mexe".

"Poderá haver uma ou outra alteração pontual, mas de grosso modo não haverá alterações quer em jogadores quer no sistema a apresentar, pois iremos dar consistência e continuidade a um trabalho que estamos a desenvolver, fazendo com que a equipa assimile processos o mais rapidamente possível, principalmente aqueles que estão cá há menos tempo. Vamos tentar ser mais objetivos ofensivamente e criar mais oportunidades e volume de jogo e transformá-los em golos, o que virá com toda a certeza com o tempo", disse.

Paulo Alves destacou a ambição da equipa: "Depois de conseguirmos o primeiro triunfo, agora teremos um jogo fora de portas e as nossas ideias passam por dar consequência ao bom resultado e procurar uma nova vitória, sabendo que para isso acontecer temos que ser humildes, sérios, responsáveis e respeitadores daquilo que será o nosso adversário, quer historicamente como objetivamente é um dos principais candidatos à subida à Liga NOS, tendo para isso apostado mais nesse sentido."

"À semelhança do que tem sido esta equipa, e à imagem da época passada, respeitamos toda a gente mas não teremos qualquer tipo de receio de defrontar quem que seja, independentemente do seu estatuto, e em que campo for. Será isso que nos vamos apresentar em Chaves, com a certeza que temos que continuar a crescer, ter a postura e estrutura mental que tivemos no jogo anterior, vamos procurar subir os nossos índices de qualidade de jogo para mostrarmos a capacidade que estes jogadores têm e que a mostrarão ao longo do Campeonato", prosseguiu.

Por fim, fez uma referência ao adversário que vai defrontar, numa altura de confusões por via do surto epidémico: "Quanto ao Chaves, não tivemos uma referência mais concreta devido ao nosso adversário não ter atuado na ronda inaugural, mas temos algumas informações, não aquelas que desejaríamos, mas sim o conhecimento de jogadores, da equipa do Chaves, dentro das possibilidades que temos nesta altura. Daqui a três ou quatro jogos sim, teremos mais informações sobre os nossos adversários, pois os jogos serão televisionados. Mas isso não será impeditivo de modo algum para que o Varzim chegue a Chaves e faça um jogo que nos possa levar a conquistar pontos".

Para esse jogo o Varzim deverá apresentar a mesma formação que entrou a vencer no Campeonato, com a única possibilidade de haver uma troca no sector ofensivo com a entrada de Irobiso em troca por Fatai, ambos com caraterísticas atacantes.

Por Luís Leal
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Varzim

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.