Paulo Alves: «Temos ambição e não queremos ficar por aqui»

Técnico considera benéfica a antecipação do jogo com o Farense

• Foto: Hélder Santos / Aspress

O jogo entre o Varzim e o Farense, referente à 14.ª jornada da 2ª Liga, estava marcado para 29 de Dezembro, mas foi antecipado para este sábado por acordo mútuo entre os dois clubes. O treinador do Varzim, Paulo Alves vê com bons olhos essa antecipação, até porque a sua equipa está a atravessar um bom momento, sem conhecer a derrota nos últimos oitos jogos (seis para a II Liga e dois para a Taça de Portugal), onde somou seis vitórias e dois empates.

"A situação do Varzim nesta altura é lutar seja com quem for e nada melhor do que receber o líder, que constitui para nós um desafio importante. Já demonstrámos que não temos receio nem medo rigorosamente de ninguém pois estamos à altura de jogar contra quem for. O Farense não está certamente por acaso em primeiro, e para isso tem que ter os seus motivos. Trata-se de uma equipa forte, bem apetrechada, muito competitiva e, por isso, prevejo um jogo competitivo, mas vamos encará-lo, como sempre, com o objetivo de conquistar os três pontos. Esperamos que iremos ter, como até aqui, o apoio incondicional da nossa massa adepta, que tem sido inexcedível e que nos tem ajudado imenso. Creio que será um dia imenso para todos nós", referiu o técnico.

O segredo para os oito jogos de enfiada sem perder, de resto, não tem uma explicação diferente daquela que tem feito parte da bagagem do treinador varzinista até este momento:"O segredo é trabalhar e fazer uma equipa que vá ao encontro do que são os anseios do que é o Varzim. Os jogadores sabem que jogar no Varzim é deixar a pele em campo. A equipa tem percebido essa mensagem. Sobretudo tem demonstrado ao longo dos jogos. O caminho é este, estamos a trilhá-lo. No início não foi fácil, sabe-se bem porquê, mas com trabalho, com a estabilidade que o clube acabou por ter, com o apoio que a direção tem dado, os frutos estão à vista. Esse é também um dos segredos da estabilidade das duas equipas: diretiva e plantel".

Apesar disso, Paulo Alves não deixou de fazer alertas: "Trata-se de uma Liga competitiva, mas temos ambição e não queremos ficar por aqui. Não ganhamos rigorosamente nada até agora, mas esta equipa tem condições para fazer mais e melhor".

Os quatro jogos seguidos em casa – três para a 2ª Liga e um para a Taça de Portugal – não impedem que o treinador dê o seu conselho: "A equipa tem de puxar pelos adeptos e isso tem sido feito, o que faz com que o Estádio do Varzim tenha sido e continue a ser uma fortaleza para nós".

Para esse jogo deste sábado (15h), Paulo Alves não deve alterar muito a formação da equipa em relação aos jogos anteriores, já que a velha doutrina futebolística aconselha que ‘em equipa que ganha não se mexe’. A única alteração vai acontecer no eixo da defesa, com Alan Henrique a substituir o castigado Luís Pedro.

Por Luís Leal
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Varzim

Notícias

Notícias Mais Vistas