Mais de mil adeptos já assinaram petição a pedir novo estádio em Vila Franca de Xira

Tema chegará à assembleia municipal do concelho lisboeta

• Foto: Vítor Neno

O Vilafranquense prepara-se para disputar a segunda época seguida fora de Vila Franca de Xira, o que é o mesmo que dizer, na condição de visitados, os ribatejanos disputarão os seus jogos em Rio Maior, a cerca de 50 quilómetros do concelho banhado pelo Rio Tejo.

Sem obras à vista no velhinho Campo do Cevadeiro, anterior mesmo à fundação do clube da União Desportiva Vilafranquense em 1957, os adeptos uniram-se para reinvindicarem um novo estádio de futebol em Vila Franca. A petição pública criada conta já com mais de 1.100 assinaturas e é dado por garantido que o tema será debatido na assembleia municipal do concelho do distrito de Lisboa.

"A União Desportiva Vilafranquense conquistou por direito próprio e com muito sacrifício a possibilidade de pela primeira vez na sua história, competir nos campeonatos profissionais de futebol (Segunda Liga/Liga Pro). Infelizmente, o estádio onde o clube joga, Campo do Cevadeiro, é propriedade da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira que o cedeu há cerca de 84 anos e desde essa altura não foram realizadas nenhumas obras de fundo de forma a acompanhar a evolução da modalidade e do próprio clube", pode ler-se no manifesto.

Recorde-se que ontem, em reunião ordinária da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, o edil Alberto Mesquita abordou o tema e garantiu esperar da parte do clube uma "reunião em breve juntamente com os técnicos que estão a elaborar o projeto do estádio para verificar juridicamente como é que tudo pode evoluir".

Por Flávio Miguel Silva
2
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Vilafranquense

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.