Pedro Proença recebeu garantias do presidente da SAD do Vilafranquense sobre salários em atraso

Luiz Andrade assegurou ter um pré-acordo com um investidor para resolver o problema

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Pedro Proença, recebeu esta garantias do líder da SAD do Vilafranquense que vai resolver os salários em atraso no clube da 2.ª Liga.

Em comunicado, a LPFP disse que essa garantia foi dada esta segunda-feira, num encontro que Proença teve com Luiz Andrade, que assegurou ter um pré-acordo com um investidor para resolver o problema de fundo e que "ajudará a resolver rapidamente todas as questões estruturais".

No final da reunião, de acordo com o organismo, Pedro Proença falou com o presidente do Sindicato de Jogadores, Joaquim Evangelista, para transmitir a mensagem que recebeu do líder da SAD do clube ribatejano.

No sábado, após o empate 1-1 na receção ao Leixões, em Rio Maior, em jogo da 13.ª jornada da 2.ª Liga, Tiago Mota, um dos capitães da equipa de Vila Franca de Xira, foi o porta-voz de um comunicado, subscrito por todo o grupo de trabalho.

"Estamos aqui todos os jogadores, equipa técnica e todo o grupo de trabalho, para denunciar e informar que não temos condições para desenvolver a nossa atividade profissional. Vamos pedir ajuda ao Sindicato de Jogadores e se até terça-feira não for resolvida a situação o clube vai parar, até que a situação seja resolvida", afirmou Tiago Mota.

Na quarta-feira, o avançado Leandro Souza rescindiu o seu contrato com o clube, alegando justa causa devido aos três meses de ordenados em atraso.

Um dia depois, o presidente da SAD do Vilafranquense, Luís Andrade, admitiu o incumprimento, assegurando o empenho para "resolver rapidamente esta situação dos valores em atraso".

Após 13 jogos, o Vilafranquense ocupa o 11.º lugar da 2.ª Liga, com 15 pontos.

Por Lusa
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Vilafranquense

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.