Quim Machado e a vitória na Taça: «Tentámos jogar um bocadinho com o cansaço»

Vilafranquense bateu um Vidago que apresentou um sistema tático diferente

• Foto: Hugo Monteiro

Quim Machado começou por fazer uma análise à vitória do Vilafranquense na segunda eliminatória da Taça de Portugal que ocorreu em Chaves, por 5-1, diante do visitado Vidago. "Este foi um jogo de Taça onde nós sabíamos que se facilitássemos seria complicado. Hoje em dia trabalha-se muito bem em todos os escalões. Apanhámos uma equipa do Vidago organizada que alterou ligeiramente a forma de jogar. Nota-se que há um trabalho do treinador. O Vidago tem organização e bons jogadores que às vezes precisam de uma boa oportunidade. Sabíamos que tínhamos de jogar muito concentrados, tínhamos de ser sérios. Tentámos fazer rapidamente um golo e não o conseguimos mas acho que conseguimos dominar largamente o jogo", vincou primeiramente o técnico dos ribatejanos na conferência de imprensa.

O treinador português, que neste último sábado cumpriu 54 anos, explicou a estratégia da equipa de Vila Franca de Xira para a estreia na Taça de Portugal em 2020/21. "O objetivo era conseguir atrair um lado e circular pelo outro do campo, tentando jogar um bocadinho com o cansaço e só conseguimos fazer o golo na parte final da primeira parte, mas penso que foi justo. Na segunda parte podíamos ter aumentado o ritmo de jogo. Fizemos o segundo golo e relaxámos um bocado. Acho que se continuássemos a fazer aquilo que fizemos principalmente na primeira parte, em que jogámos rápido, não passaríamos por aquele 2-1. Criou ali alguma instabilidade. Voltámos outra vez a ser sérios fazendo um resultado que pode ter ali um golo a mais mas criámos algumas oportunidades. Há que realçar o espírito da minha equipa que encarou este jogo de uma forma muito séria", atirou.

Quim Machado reiterou ainda que observou três jogos da formação do Campeonato de Portugal e garantiu que o Vilafranquense acabou por ser algo surpreendido.

"Estávamos a contar com uma forma diferente de jogar. O Vidago apresentou aqui um esquema de cinco defesas, com três centrais e dois laterais mais ofensivos. Observámos três jogos do Vidago e sabíamos que íamos encontrar uma equipa difícil. Esta semana preparámos a equipa para um jogo difícil e assim o foi até aos 40 minutos. Não aparecendo o golo, sabemos que a outra equipa ganha moral mas encontrámos os caminhos que eram necessários para marcar. Na parte final do jogo, se calhar houve um ou dois golos a mais mas acho que a vitória é justa", afirmou o treinador que alcançou a segunda vitória oficial à frente dos ribatejanos em seis jogos oficiais, após triunfar em Penafiel (2-1) na terceira jornada da 2ª Liga.

Por Flávio Miguel Silva
1
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Vilafranquense

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.