Nacional-Chaves, 2-2 (3-4 pen.): Apuramento garantido na lotaria

Flavienses afastaram insulares e rumam à fase de grupos

• Foto: Hugo Monteiro

O Desportivo de Chaves superou este sábado o Nacional, no desempate por grandes penalidades (4-3, após empate 2-2 no fim do tempo regulamentar), e segue para a fase de grupos da Taça da Liga.

A primeira parte foi movimentada e intensa, com o Desportivo de Chaves a adiantar-se no marcador aos 11 minutos, por intermédio de Platini, que ludibriou o guarda-redes Daniel Guimarães. O Nacional reagiu e esteve perto do golo por Rui Correia aos 21 e por Kalindi dois minutos mais tarde.

Ambas as equipas praticavam um futebol positivo e Costinha, aos 30 minutos, esteve perto de marcar. Aos 36', foi Brayan Riascos que surgiu em boa posição, mas rematou ao lado.

Ainda antes do intervalo, aos 39 minutos, Gamboa obrigou primeiro Daniel Guimarães a uma defesa apertada e, na recarga, sem ninguém na baliza, cabeceou ao lado.

O Nacional regressou das cabinas muito forte e nos primeiros minutos após o recomeço, remeteu o Desportivo de Chaves para junto da sua baliza.

Contudo, foi o Desportivo de Chaves que esteve perto de ampliar a vantagem, aos 58 minutos, num rápido contra-ataque, com João Paredes a isolar-se, mas a não conseguir ultrapassar Daniel Guimarães.

No minuto seguinte, o Nacional restabeleceu a igualdade, por Bryan Róchez, que aproveitou da melhor maneira uma má interceção de Igor, após um centro de Witi.

O Desportivo de Chaves procurou contrariar esse maior domínio e, aos 74 minutos, Rafael Viegas obrigou Daniel Guimarães a uma boa intervenção. Na sequência do canto, André Luís recolocou o Desportivo de Chaves na liderança do marcador.

A igualdade não tardou, com Bryan Róchez a dar a melhor sequência a uma solicitação de Kalindi, aos 78 minutos, levando a decisão para as grandes penalidades.

Jogo no Estádio da Madeira, no Funchal.

Nacional - Desportivo de Chaves, 2-2 (3-4 pen.)

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Platiny, 11 minutos.
1-1, Bryan Róchez, 59.
1-2, André Luís, 76.
2-2, Bryan Róchez, 78.

Marcadores no desempate por grandes penalidades:

0-1, André Luís.
1-1, Bryan Róchez.
1-2, Jean Felipe.
2-2, Pedro Peroti.
2-3, João Teixeira.
2-3, João Camacho (defesa do guarda-redes).
2-3, Platini (defesa do guarda-redes)
3-3, Vítor Gonçalves.
3-4, Gamboa.
3-4, Kalindi (ao lado). 

Equipas:

- Nacional: Daniel Guimarães, Kalindi, Júlio César, Rui Correia, Witi, Alhassan, Rúben Micael (Jota, 81), Káká (Vítor Gonçalves, 60), Brayan Riascos (Pedro Perotti, 90), João Camacho e Bryan Róchez.

(Suplentes: Nuno Campos, Jota, Pedro Perotti, Kenji Gorré, Nuno Borges e Vítor Gonçalves).

Treinador: Luís Freire.

- Chaves: Igor, Rafael Viegas, Hugo Basto, Diego Galo, Jean Felipe, Gamboa, Jefferson (João Teixeira, 62), Costinha, Wagner (André Luís, 70), João Paredes (Tanko, 88) e Platiny.

(Suplentes: Ricardo, André Luís, João Teixeira, Carlos David, Marlon, Calasan e Tanko).

Treinador: José Mota.   

Árbitro: Manuel Mota (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Hugo Basto (45+1) e Vítor Gonçalves (88).

Assistência: cerca de 450 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Allianz Cup

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.