Penafiel-Oliveirense, 0-1: João Amorim garante passagem à segunda fase

Eficácia fez a diferença na equipa de Pedro Miguel

• Foto: Ricardo Jr

A Oliveirense, de regresso aos campeonatos profissionais, garantiu este domingo a presença na segunda fase da Taça CTT, ao vencer fora o Penafiel por 1-0, num jogo em que a eficácia fez a diferença.

O único golo do encontro foi apontado por João Amorim, aos 32 minutos, com um remate na área após jogada individual, num lance em que fez passar a bola entre as pernas de João Paulo antes de bater Ivo Gonçalves.

Num 4-4-2 dinâmico, o Penafiel cedo chamou a si a iniciativa, com um futebol apoiado e a toda a largura do terreno, em que a projeção dos laterais baralhava as marcações contrárias e criava espaços de penetração.

Logo aos dois minutos, José Gomes, defesa esquerdo contratado ao Sporting de Braga B, conseguiu espaço no corredor, mas Fábio Abreu não chegou a tempo do centro.

A Oliveirense tinha dificuldade em perceber as movimentações contrárias, não conseguia ganhar ressaltos ou chegar com bola ao meio campo contrário, mas, da primeira vez que se conseguiu libertar da pressão penafidelense e explorar as costas dos centrais, aos 14 minutos, criou muito perigo.

Diogo Valente ainda introduziu a bola na baliza, num lance há muito interrompido por irregularidade no centro, mas os forasteiros tinham encontrado a chave para fazer mossa na defesa penafidelense, através da exploração dos movimentos nas costas dos centrais, acabando por chegar ao golo.

Num encontro sem muitas oportunidades (houve seis remates enquadrados com as balizas, três para cada lado), a eficácia da Oliveirense fez a diferença, tirando discernimento ao Penafiel e aumentando os níveis de confiança dos pupilos de Pedro Miguel.

O cansaço acumulado e o calor ajudam a explicar a menor qualidade da segunda parte, com o Penafiel a não conseguir encontrar argumentos para vencer a oposição de uma Oliveirense em vantagem e, por isso, mais confortável e a poder jogar inclusive com o cronómetro.

A lesão precoce de Fábio Abreu, aos 52 minutos, substituído por Caetano, colocado nas costas do agora solitário Fábio Fortes no ataque, dava mais soluções ao jogo interior do Penafiel, mas a bola já não fluía da mesma forma.

A Oliveirense, com muitos elementos no espaço central e a jogar em antecipação, conseguia fechar os caminhos da sua baliza e, sempre em contra-ataque, procurava explorar os lançamentos longos, aproveitando a velocidade de Ryascos e Clayton, que entraram para refrescar o ataque.

Apesar do maior ascendente, os locais, que acabaram com o central Diouf no ataque, só ameaçaram a baliza do regressado Coelho (passou as últimas cinco épocas no Penafiel) aos 82 minutos, após um canto em que o defesa João Paulo surgiu ao segundo poste, mas não conseguiu fazer a emenda.

Numa das últimas tentativas dos locais, já nos descontos, Diouf também não conseguiu marcar.

Jogo disputado no Estádio 25 de Abril, em Penafiel.

Penafiel - Oliveirense, 0-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, João Amorim, 32 minutos.

Equipas:

- Penafiel: Ivo Gonçalves, Kalindi, João Paulo, Diouf, José Gomes, Ludovic (Hélio,72), Rafa Sousa, Romeu Ribeiro, Danilo (Gleison, 46), Fábio Fortes e Fábio Abreu (Caetano, 54).

(Suplentes: José Costa, Luís Dias, Luís Pedro, Hélio, César, Caetano e Gleison).

Treinador: António Conceição.

- Oliveirense: Coelho, Alemão, Mathaus, Sérgio, Ricardo Tavares, Filipe Gonçalves, João Amorim (Rafa, 83), Oliveira, Serginho (Bryan Riascos, 67), Diogo Valente (Clayton, 64) e Fabián Cuero.

(Suplentes: Gonçalo, Raúl, Manuel Godinho, Gabi, Rafa, Clayton e Bryan Riascos).

Treinador: Pedro Miguel.

Árbitro: Carlos Espadinha (Portalegre).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Serginho (47), Filipe Gonçalves (61), Rafa Sousa (79).

Assistência: Cerca de 400 espetadores.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Allianz Cup

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.