António Freitas entra com ação de despejo contra SAD do Aves: «Com esta gente nunca mais!»

Líder do clube já mudou as fechaduras no estádio

• Foto: Nuno Fonseca/Movephoto

António Freitas não foi apanhado de surpresa pelo facto da SAD do Aves não ter apresentado o recurso ao Conselho de Justiça da FPF, assumindo assim a descida da equipa ao Campeonato de Portugal, conforme determinou a Liga, por não cumprimento de vários pressupostos na inscrição no futebol profissional.

"Infelizmente este último ato não me surpreende nada e para cúmulo ainda colocaram as culpas no Tribunal e no facto de não sair o PER. Eles já sabiam que não havia volta a dar a isto e nos últimos dias deixaram de atender os advogados do clube que queriam ajudar. Foi tudo show-off, como se costuma dizer", registou a Record o presidente do clube que, mais uma vez, promete novos desenvolvimentos na relação de forças que estabeleceu com a SAD.

"Com esta gente nunca mais! A partir de agora vamos acertar uma estratégia para nos vermos livres deles.  O que vamos fazer agora é pôr uma ação de despejo e eles já nem entram no estádio. Mandei mudar todas as fechaduras com a devida autorização. Se inscreveram a equipa no Campeonato de Portugal, coisa que duvido que consigam fazer, vão ter de arranjar outro estádio para jogar", divulgou António Freitas, juntando ainda mais argumentos:  "Ou então pagam o que devem ao clube e são já 90 mil euros mais juros, pois nunca pagaram o aluguer das instalações que está no protocolo e a direção cessante também nada fez e nada diz sobre isso. Não lhes vou perdoar nem um cêntimo. E ainda não sei para onde foi o dinheiro que veio da UEFA e foram 700 mil euros!  Vou defender os interesses do clube até ao limite e pelo menos tratar de defender o património que existe e não tenho medo de ninguém, isso é palavra que não entra no meu dicionário há muitos anos".

"Continuo a dizer que vou esmiuçar tudo até ao milímetro. Há coisas que se passaram que ninguém percebe, mas depois vemos a PJ a ir a casa das pessoas e isso é por alguma razão. Isto dava um filme", acrescentou o líder do clube, levantando a ponta do véu sobre o caminho que deve seguir: "Vamos esperar por novos desenvolvimentos, vou reunir com a restante direção, mas naturalmente temos de pensar em seguir o nosso caminho como clube e se for preciso dar três passos atrás e voltar daqui a três anos em grande não há problema nenhum nisso. O Aves não vai acabar, disso podem ter a certeza. Vou ouvir todos os pareceres jurídicos, perceber o que podemos fazer e se tiver de inscrever uma equipa nos distritais para vir dali acima outra vez, ai isso faremos e sem problemas."
 
"Disseram que já têm dois jogadores contratados, mas isso dá-me vontade de rir. Então aquela do Nuno Manta continuar como treinador é que é boa. Ele é um grande homem e não me parece que queira voltar a trabalhar com essa gente. Se não tratasse do relvado esta semana era outra coisa que ia à vida. Devem dinheiro a quem faz a manutenção da relva, mas eu pedi para continuarem a tratar daquilo. Esta gente que nem sequer apareça cá mais", concluiu António Freitas.

Por António Mendes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Aves

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.