Aves tem "disponibilidade financeira" para ficar na Liga NOS

Garantia dada pelo presidente avense Armando Silva

• Foto: SE Record

O presidente do Desportivo das Aves, Armando Silva, afirmou esta quinta feira que o clube tem "uma disponibilidade financeira" que lhe vai permitir manter-se na Liga NOS, ao contrário do que sucedeu noutras alturas.

O Desportivo das Aves confirmou no domingo a subida à primeira divisão do futebol português ao empatar fora 2-2 com o União da Madeira, alcançando assim o seu principal objetivo para esta época.

A equipa e os adeptos festejaram logo nesse dia, mas sobre este clube de uma freguesia do concelho de Santo Tirso paira a sombra das outras três vezes em que logrou subir de divisão, nas épocas 1984/85, 1999/00 e 2005/06, e nunca conseguiu ficar.

"A situação do clube é totalmente diferente do que era na última subida, porque temos uns parceiros institucionais que financeiramente estão muito bem posicionados e que têm alavancado muito o clube", argumentou Armando Silva, presidente da direção do clube e também administrador, não executivo, da SAD avense, constituída em 2015.

Em entrevista à agência Lusa, o dirigente explicou que "o Aves começou a sentir dificuldades muito grandes", nomeadamente, fruto da crise que se abateu sobre a indústria têxtil local, e os seus dirigentes entenderam que era altura de "procurar parceiros com capacidade financeira".

A constituição de uma sociedade anónima e a sua abertura a capitais externos foi a solução adotada para evitar males maiores e uma vez que, para subir [de divisão], já não é uma vila com a sua indústria e o seu comércio que seguram um clube".

O Aves aliou-se à Galaxy Believers, "uma empresa portuguesa com sócios brasileiros e chineses" ligada ao marketing desportivo. A empresa comprou 70% do capital da SAD por 750 mil euros e o clube ficou com a restante percentagem e com o estádio, o pavilhão e um campo sintético.

"Já há conversações para lhes vendermos mais uma percentagem", informou.

Armando Silva diz que a SAD reúne "pessoas sérias e as coisas melhoraram muito" e a relação com o clube deu lugar a uma "parceria sólida e que tem funcionado excelentemente".

A boa relação entre as duas partes, segundo explicou, começou logo que os novos administradores chegaram e mostraram vontade de contar com a direção, eliminando assim as reticências iniciais.

"Puxaram-nos para dentro. Toda gente que está a funcionar com a SAD é dirigente do clube. Não fomos postos de lado e somos ouvidos, com a nossa experiência", destacou Armando Silva.

O presidente do Aves diz que esta parceria permitiu inclusive avançar com a construção de um centro de estágio próximo do estádio, que terá dois campos de relva natural e um sintético e um hotel de 52 quartos, no valor aproximado de 4,5 milhões de euros.

Os campos deverão estar disponíveis já na próxima época desportiva, talvez não logo no início, mas "em setembro ou outubro estarão prontos".

"A SAD tem uma disponibilidade financeira que não vai deixar dúvidas de que vamos conseguir a manutenção", reforçou Armando Silva.

O dirigente referiu que esses parceiros "têm criado empregos, estão ligados à vila e têm um relacionamento excelente com os adeptos e com a Força Avense", que é a claque.

"Tudo isso deu uma tranquilidade muito grande à massa associativa do Aves e à direção do clube", completou.

O clube, em sua opinião, também beneficiou com esta parceria visto que "está a ser gerido com outro à vontade e o presidente e os seus diretores pensam na equipa B, nos juniores ou no futsal, porque têm mais disponibilidade para tal.

Com a subida à I Liga garantida, o Desportivo das Aves, segundo classificado, a dois pontos do líder Portimonense, está agora focado na conquista do título da II Liga, razão pela qual, argumentou Armando Silva, a próxima época ainda "passa um bocadinho ao lado".

O futuro do treinador, José Mota, é uma incógnita e é certo que o estádio necessita de "alguns melhoramentos", mas, segundo Armando Silva, "não de grandes obras.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Aves

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.