Diego Galo será submetido a intervenção cirúrgica

Defesa-central irá parar entre 4 a 6 semanas

• Foto: Simão Filho
Depois de ter contraído uma luxação na clavícula no último minuto do tempo regulamentar diante do Cova da Piedade, Diego Galo irá ser submetido a intervenção cirúrgica, esta segunda-feira.

Ao que tudo indica, e ainda que este seja um procedimento simples, o defesa-central terá pela frente um período de paragem nunca inferior a quatro semanas, que pode aumentar para seis, mediante a resposta apresentada.

De acordo com informações recolhidas por Record, a possibilidade de Galo ser sujeito a tratamentos menos limitativos e que não obrigassem a um tempo de recobro tão elevado chegou a ser discutida. No entanto, atentando a que este é um tipo de lesão que, caso não seja bem debelado, poderá originar recaídas no futuro, a opinião final do departamento médico avense apontou a cirúrgica como método mais seguro.

Perante a reintegração de Bura e Tong Le, algo que deverá acontecer esta terça-feira, Diego Galo passa a ser o único nome no boletim clínico do Aves. Para o seu lugar, Defendi afigura-se como a alternativa mais natural.
Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Aves

Notícias

Notícias Mais Vistas