Guedes já foi suturado com 30 pontos no último mês

Avançado do Aves com 'estatística' peculiar

• Foto: Simão Freitas

Guedes, avançado do Desportivo das Aves, da Segunda Liga, foi suturado, no decorrer do último mês com 30 pontos, distribuídos pelo sobrolho (duas vezes) e perna direita, nunca tendo deixado de competir.

Quando este sábado, aos 62 minutos da partida contra o Sporting B, devido a uma ferida extensa na perna direita, Guedes se viu forçado a abandonar o campo, o jogador, de 22 anos, já sabia que a rotina do último mês ia conhecer mais um episódio.

Formado na Academia de Alcochete, no Sporting, e chegado à Vila das Aves depois de duas épocas a jogar no Reus, em Espanha, o avançado atravessa uma fase de grande azar, com choques que lhe provocaram feridas extensas e, por consequência, a necessidade de suturas.

A primeira vez ocorreu num treino, a meio de março, após chocar com o colega Vítor Alves, que lhe abriu o sobrolho e fez com que tivesse que ser suturado com 10 pontos.

Pese embora o embaraço, o avançado, que soube ganhar a preferência do treinador Ulisses Morais, não deixou de jogar e, dois dias depois, alinhou frente ao Penafiel (0-1)

Dias antes da receção ao Varzim (2-2), novamente num treino e após escorregar e embater de cara no piton da chuteira de um colega, o mesmo sobrolho foi atingido e mais 12 pontos de sutura.

No embate com os poveiros, não só foi titular como até fez o golo inaugural.

"Apenas por uma vez, quando jogava na formação do Sporting, tive que levar pontos", recordou à agência Lusa Guedes, para quem as suturas a que foi sujeito "nunca fizeram com que deixasse de disputar cada bola como se fosse a última".

O avançado disse que sempre teve "espírito de sacrifício" e jogar na Segunda Liga "não pode ser de outra maneira", já que têm de "que dar tudo em campo". O avançado prefere "jogar sempre no limite a entrar a medo e, assim, poder sair prejudicado".

Suturado hoje com mais oito pontos "após chocar com o piton de um adversário", Guedes confessa que "esta lesão o preocupa mais, porque o futebol joga-se mais com os pés do que com a cabeça", mas confia que, num prazo de dois ou três dias, já poderá treinar.

"Assemelho-me ao Robbie Van Persie", disse à Lusa o jogador quando instado a desvendar que jogador procurou imitar na sua formação, tendo ainda destacado Liedson e Derlei, antigos avançados do Sporting, como os seus ídolos no tempo que passou na academia "leonina".

Guedes tem mais um ano de contrato com o Desportivo da Aves e já leva marcados esta época 13 golos, um número que o "satisfaz" e que vai de encontro à meta que traçou para a época em curso: "marcar o máximo de golos possível".

No único jogo disputado hoje da 43.ª jornada da Segunda Liga, o Desportivo das Aves venceu em casa o Sporting B por 3-0, mantendo-se na corrida à promoção à Liga NOS.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Aves

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.